Últimas Notícias

Gosta de jogar pelo celular? Saiba escolher o aparelho ideal

Há boas opções de várias marcas e faixas de preço. Fluidez e resolução são critérios que devem ser avaliados pelos gamers.

Nada mais desagradável para quem gosta de jogos do que um aparelho que fica travando, não garante fluidez nos momentos com mais ação ou cuja bateria não dura o tempo satisfatório. Como garantir que nada disso aconteça? Escolhendo um modelo de celular que seja adequado para a atividade.

De olho nesse público, alguns aparelhos foram desenvolvidos especialmente para esse fim, com telas grandes e em alta frequência e sistemas operacionais super velozes. No entanto, nem sempre é possível investir em um desses aparelhos top de linha e isso não quer dizer que você não vai poder jogar com algum conforto.

Muitos dos aparelhos mais modernos oferecem opções de configurações avançadas compatíveis com os jogos mais populares do mercado, o que costuma ser suficiente para que eles rodem bem. Mas, o que você precisa levar em consideração? Confira as dicas a seguir.

Avalie a qualidade da tela

Assim como pode ser interessante ter uma tela maior, que permita visualizar melhor os vários elementos dos jogos, a resolução e frequência também são fatores que fazem a diferença para os gamers.

Quando o assunto é resolução, quanto mais pixels a tela oferecer melhor, especialmente se os jogos que você curte são graficamente complexos. Algumas telas Full HD são tão boas que impressionam na qualidade das cores e nitidez.

A frequência tem a ver com o número de quadros por segundo (fps) que aquela tela tem capacidade de gerar, ou seja, sua taxa de atualização. Um celular para jogos deve ter uma tela com pelo menos 90 Hz de frequência, mas o ideal mesmo é que tenha 120 Hz.

Cheque a velocidade de processamento

O processamento é um dos critérios mais importantes a ser avaliado por quem gosta de jogar, porque é justamente essa característica que garante que o aplicativo não travar a todo momento.

Quase todas as marcas têm modelos com processadores avançados, o que também costuma ter a ver com preço do aparelho, já que isso é uma coisa que influencia no desempenho não só dos jogos, mas de todas as ferramentas.

O processamento dos celulares costuma ser medido em núcleos (cores) e clock (número de GHz). De maneira geral, quanto maior forem esses números, mais rápido o seu jogo vai rodar. Escolha um modelo que ofereça pelo menos 2 GHz.

Não se esqueça da memória

A memória RAM é a melhor amiga do processador, pois é ela que garante que ele vai aguentar o trabalho, armazenando os arquivos dos programas que o processador vai precisar rodar. De nada adianta ter o melhor processador, se você não tem memória suficiente para otimizar o seu desempenho.

Os aparelhos mais modernos do mercado oferecem 3GB de RAM, que é uma ótima configuração, mais que suficiente para armazenar vários jogos com tranquilidade.  No entanto, 2GB já é um bom número.

Nem da capacidade de armazenamento

A capacidade de armazenamento de todo o aparelho também faz diferença. Em geral, você também vai precisar de outros aplicativos que usa no dia a dia, além dos jogos. Tudo no mesmo aparelho. Por isso, é importante que ele tenha uma boa memória interna.

Não é recomendado trabalhar utilizando todo o limite da memória de um celular, pois isso pode fazer com que ele fique mais lento. O ideal então é que você conte com uma margem de sobra. Os modelos com capacidades expansíveis são uma boa opção. 32GB já é um bom número.

Pense nos detalhes

Se você já vai comprar os celulares pensando em jogar, é uma boa ideia escolher aqueles que já venham de fábrica com alguns aplicativos básicos, como HTML 5, Java e NFC, instalados. Isso, em geral, indica que eles rodam bem naquele modelo.

Além disso, é importante verificar se o aparelho tem bom sistema de som, Bluetooth, pelo menos 4G de internet (o ideal é 5G) e outro detalhe muito importante: a bateria. Veja nas avaliações de quem já usa se ela é duradoura.