Últimas Notícias

Plantas perigosas para ter em casa com gatos

Conheça algumas plantas que podem ser perigosas para o seu gato

Plantas perigosas para ter em casa com gatos

Ter uma casa repleta de plantas é o desejo de muitas pessoas, principalmente por elas deixarem a decoração ainda mais bonita, serem terapêuticas e, também, relaxantes.

No entanto, caso você tenha bichos de estimação, como gatos, por exemplo, é preciso tomar alguns cuidados veterinários antes de escolher um determinado tipo de planta para sua casa.

Isso porque, apesar da maioria das plantas parecerem inofensivas, algumas delas — quando ingeridas — podem se tornar tóxicas para o seu amigo peludo, afetando seriamente a saúde dele.

Para não colocar a saúde do seu pet em risco, confira, a seguir, algumas plantas perigosas para se ter em uma casa com gatos.

Espada-de-São-Jorge

A espada-de-São-Jorge é uma planta que costuma estar presente na casa de vários brasileiros porque, além de possuir uma beleza única, muitos também acreditam que ela traz proteção e boas vibrações para o lar.

Entretanto, é fundamental que ela seja mantida fora do alcance dos gatos, pois pode causar alguns problemas, como irritação e salivação excessiva.

Espirradeira 

A espirradeira é uma linda planta. Ela possui folhas rústicas e flores variadas, que podem ser encontradas em diversas cores.

Além disso, popularmente é conhecida por proteger do mau-olhado e da inveja e, por esse motivo, muitos optam por tê-la no jardim de casa.

No entanto, apesar de toda essa beleza, a espirradeira não é flor que se cheire. Ela está entre as plantas mais tóxicas existentes, pois possui uma alta concentração de oxalato de cálcio e contém glicosídeos radioativos em todas as suas partes.

Esses compostos, quando ingeridos pelo pet, podem desencadear sérios problemas, como: vômitos, arritmia, diarreia, paralisia, problemas respiratórios e até mesmo a morte.

Poinsétia

A poinsétia, popularmente conhecida como bico-de-papagaio, é uma linda planta que possui belas tonalidades de vermelho e verde. Por isso, costuma ser muito utilizada em decorações de  Natal.

No entanto, apesar de muitas pessoas não saberem, essa planta possui um alto potencial venenoso e, quando ingerida, causa sérios problemas digestivos, como diarreia e vômito.

Além disso, suas seivas também são bastante perigosas. Caso o gato entre em contato com elas, pode sofrer alguns danos, como lesões na pele e mucosa, queimação e coceira.

Portanto, independentemente da época do ano, é essencial manter essa planta fora do alcance dos gatos.

Dama-da-noite

A principal característica dessa planta é o doce aroma que exala ao anoitecer e que costuma atrair abelhas, beija-flores e borboletas. 

Ademais, essa planta misteriosa é considerada invasiva e também costuma chamar bastante atenção com suas belas pétalas em formato de cálice e pequenas flores amareladas.

Porém, apesar de todos esses encantos, devido à sua grande concentração de glicosídeo, a dama-da-noite é tóxica para os gatos. Ela pode causar náuseas, vômitos e até alguns problemas neurológicos.

Azaleia

A azaleia é uma planta de origem japonesa que forma lindos arbustos de flores. Ela tem se tornado cada vez mais popular e é facilmente encontrada em jardins, quintais e até mesmo em corredores ou entradas, plantada em algum vaso grande.

Apesar disso, a sua beleza esconde um grande perigo para os bichos de estimação, pois a espécie tem a andromedotoxina como um de seus principais ativos.

Caso essa substância seja ingerida pelos gatos, pode causar alterações no fluxo sanguíneo, problemas digestivos e até mesmo a morte.

Comigo-ninguém-pode

Essa planta é conhecida por possuir uma beleza única devido às suas grandes folhas vistosas com manchas esbranquiçadas. Além disso, muitos acreditam que essa planta é responsável por trazer proteção para a casa e, por essa razão, ela acaba sendo a escolhida de muitas pessoas.

Contudo, como o próprio nome indica, a comigo-ninguém-pode não é uma planta totalmente inofensiva. Isso porque todas as partes dessa espécie são consideradas tóxicas e, caso sejam consumidas pelos gatos, podem causar cólicas abdominais, náuseas e vômitos. 

Sua seiva também é bastante perigosa e, caso entre em contato com o pelo do bichano, pode causar algumas irritações.