Últimas Notícias

Com tecnologia aliada, tempo de integração de talentos pode cair 85% em empresas

São Paulo 24/8/2021 – Plataforma desenvolvida pela Scaffold Education para Unimed VTRP contribuiu para reduzir o processo de 90 para 13 dias

Cada vez mais ferramentas tecnológicas ocupam espaços nos ambientes corporativos. De acordo com pesquisa da Confederação Nacional da Indústria (CNI), as empresas que adotaram a tecnologia da indústria 4.0 saíram melhor da crise. Três em cada dez empresas que adotaram as novas tecnologias aumentaram o quadro de funcionários. O movimento decorre do natural interesse dos gestores em navegar nas crescentes possibilidades de contribuição da tecnologia para a melhoria de processos – entre eles, por exemplo, o desenvolvimento de talentos.

De olho em eficácia estrutural e também em ampliar o diálogo com os públicos distintos, a Unimed Vales do Taquari e Rio Pardo (VTRP), no Rio Grande do Sul, investiu recentemente no uso de uma ferramenta desenvolvida pela Scaffold Education para facilitar o acesso a conteúdos e a consequente disseminação de conhecimento para diferentes públicos relacionados ao universo da cooperativa.

A Unimed VTRP contratou a plataforma visando ações junto a três públicos. Entre eles, um universo de novos colaboradores pôde concluir o habitual treinamento de integração em tempo muito mais curto que o habitual. Como resultado, reflexos positivos foram percebidos na produtividade, conta Eliane Frohlich, gerente de desenvolvimento humano da Unimed VTRP.

“Ficamos surpresos e felizes, porque no caso dos funcionários os resultados foram muito evidentes”, diz a executiva que verificou uma redução de 85% do período de integração, caindo de, em média, 90 dias para apenas 13 dias. A satisfação dos colaboradores alcançou 92,5%. Mas qual seria o segredo para a diferença de prazo? O potencial de engajamento. A plataforma permite que a empresa utilize diferentes estratégias de aprendizagem para a jornada de capacitação do funcionário. Na prática, a tecnologia aplicada privilegia a individualização do aprendizado, disponibilizando às pessoas, conforme suas necessidades, acesso a textos, vídeos, games, avaliações e vários outros formatos de conteúdos.

Na fase inicial, o projeto testado em 2019 envolveu, além de colaboradores, as gestantes que são clientes dos planos de saúde e as secretárias dos médicos que integram a cooperativa de profissionais. As futuras mães utilizaram a ferramenta para acesso às atividades do programa Meu Bebê, que reúnem, entre outras, ações de prevenção à saúde da mãe e do bebê, com foco na estimulação e manutenção do acompanhamento médico, o aleitamento materno e a formação do vínculo familiar. O projeto alcança mães de ao menos 28 municípios.

“A tecnologia permitiu o acesso a conteúdos para muitas mamães de cidades próximas que não conseguiam vir até a nossa sede, gerando uma inclusão que antes não era possível”, concluiu Eliane. A ferramenta abriu caminho, ainda, para que a companhia testasse e identificasse pontos a desenvolver para otimizar a comunicação com as secretárias que atendem nos consultórios dos médicos cooperados.

Desafios para 2021

Neste ano, a companhia reforça contato com gestores e desenvolve novos projetos focados, cada vez mais, na linha do conceito de Lifelong Learning, visto que esta é a era do aprendizado constante.

O projeto da Scaffold nasceu de uma ideia de educação diferenciada projetada por sua fundadora e CEO, a economista norte-americana Sara Hughes. Pedagoga com MBA pela IESE School of Business, a executiva aliou-se ao engenheiro especialista em tecnologia e educação, Rafael Sanchez, para empreender. A busca por tecnologias, o contexto vivido pelo mundo e o empenho em desenvolver talentos, por parte do universo corporativo, levou a empresa a alcançar crescimento de cerca de 85% em receita em 2020.

Website: https://www.scaffoldeducation.com.br/