Últimas Notícias

Fatores que influenciam o Lucro Real no regime tributário de crédito e débito

Uberlândia MG 27/10/2021 – Estima-se que a grande vantagem do Lucro Presumido se caracteriza pela sua não necessidade de robustez na área contábil e financeira da empresa.

A dúvida dos administradores sobre qual caminho adotar refere-se entre o Lucro Presumido e o Lucro Real no regime tributário de crédito e débito. Porém, estima-se as frequentes perguntas diante de tal assunto: quais as diferenças e vantagens dessa nova forma de tributação perante o fisco e leis de incentivo?

Sob a perspectiva do Fisco, quando a organização adquire um “certo tamanho”, ela já se torna mais complexa fiscalmente, bem como sua gestão, possibilitando, assim, uma tributação mais condizente com seu tamanho. Eis que a empresa pode optar por dois caminhos, o Lucro Real ou Presumido.

No Lucro Presumido, o governo com base em dados de diversas empresas e nos lucros estimados. Por isso a palavra presumido em seu nome. Já no Lucro Real a empresa realmente declara todos seus custos e despesas, passando, nesse caso, informações mais robustas ao Fisco. Mas quais as vantagens e desvantagens de cada forma de tributação?

Em relato, o CEO do sistema UpGestão, Vinícius Moura disse que: “Em sua maioria, os sistemas de gestão não estão adequados para receber regimes tributários diferentes pois são poucos que conseguem se adequar às necessidades fiscais do mercado”.

Vantagens e desvantagens dos regimes de tributação

Estima-se que a grande vantagem do Lucro Presumido se caracteriza pela sua não necessidade de robustez na área contábil e financeira da empresa. Isso se deve à necessidade de um relatório mais simples para o Fisco, apenas com as receitas operacionais brutas, bem como ganhos financeiros e de aluguéis. Sendo assim ideal para médias empresas, ou empresas pequenas de faturamento muito alto como as empresas do ramo de construção civil.

O Lucro Real por exigir maiores detalhamentos das informações contábeis e financeiras, faz-se necessário um número maior de especialistas, elevando o custo da empresa. Porém, há a vantagem de que apenas empresas de regime tributário de Lucro Real podem utilizar do direito de abatimento fiscal tanto com leis de incentivo quanto organizações do terceiro setor. Isso se deve à possibilidade de rastreabilidade dos seus gastos e, assim, um aferimento junto à receita.

Pode-se dizer que tipos de regimes tributários de Lucro Presumido e Lucro Real foram desenvolvidos para empresas em diferentes estágios de crescimento, sendo importante verificar quais as necessidades fiscais para entender o regime tributário ao qual a empresa pertence. Mas vale lembrar que, para um controle financeiro mais eficiente, recomenda-se o uso do Lucro Real, pois pode-se utilizar os próprios dados gerados para a receita para as estratégias financeiras, além dos benefícios provenientes de abatimentos fiscais e leis de incentivo nas esferas municipal, estadual e federal.

Website: https://www.upgestao.com.br/