Últimas Notícias

Franchising no RJ tem alta de 11,7% no 3º trimestre de 2021

16/12/2021 – O ramo de Saúde, Beleza e Bem-estar é um dos favoritos para investidores e mostra-se, ano após ano, com grande demanda de consumidores

Faturamento no estado no período foi de mais de R$ 4,6 bilhões, tendo sido registrado uma expansão de 11,5% no número de novas unidades; empresário do ramo de odontologia comenta alta no setor em território fluminense

Setor da economia com faturamento anual superior a R$ 167 bilhões, correspondente a 2,7% do PIB (Produto Interno Bruto) nacional, o franchising tem apresentado sólido crescimento nos últimos anos. De acordo com dados divulgados pela ABF (Associação Brasileira de Franchising) referentes ao terceiro trimestre de 2021, há mais de 156 mil unidades e cerca de 2.600 marcas de franquias espalhadas pelo país, empregando diretamente mais de 1,2 milhões de trabalhadores.

Ainda de acordo com a mais recente radiografia do setor elaborada pela associação que representa o franchising no Brasil, no acumulado dos 12 meses compreendidos entre o quarto trimestre de 2020 e o terceiro trimestre deste ano, houve uma variação positiva de 8,4% no faturamento total das franquias no país, com um avanço de R$ 168,177 bilhões para R$ 182,381 bilhões. Considerando a evolução do terceiro trimestre deste ano em relação ao mesmo período do ano passado, o crescimento foi de 7,8%.

Em recortes regionais, é possível aferir, pelos dados fornecidos pela ABF, que algumas Unidades da Federação acompanham esta solidez no aquecimento do franchising. E assim se dá com o estado do Rio de Janeiro: no comparativo entre o terceiro trimestre de 2021 com o mesmo período de 2020, a alta foi de 11,7% no faturamento geral das redes de franquias, com receita de mais de R$ 4,6 bilhões – em número de unidades, o mercado fluminense expandiu 11,5%, totalizando 16.917 pontos.

Para André Tozi, CEO da Sorrix, rede de franquias da área de serviços odontológicos, a aquecimento do franchising no Brasil – e, mais especificamente, no Rio de Janeiro – está ligado “à gradual retomada da atividade econômica e da vida social, com o consumidor voltando aos hábitos de lazer, alimentação e saúde”. 

O setor de Saúde, Beleza e Bem-Estar no franchising fluminense

Discorrendo mais especificamente sobre o setor em que atua, o executivo pontua que “a imunização em massa permitiu aos pacientes se sentirem mais confiantes para iniciar novos tratamentos e os cirurgiões-dentistas voltaram a investir na área odontológica”. Segundo a ABF, 15,2% das unidades de franquias estabelecidas em território fluminense são da área de Saúde, Beleza e Bem-Estar – apenas os setores de Alimentação Food Service (22,3%) e Serviços e Outros Negócios (19,9%) possuem mais unidades no estado. 

“O ramo de Saúde, Beleza e Bem-estar é um dos favoritos para investidores e mostra-se, ano após ano, com grande demanda de consumidores”, afirma Tozi. “Um dos principais motivos para tal crescimento se deve ao fato de que o carioca se preocupa cada vez mais com a saúde. Além disso, o Brasil é um dos principais países quando o assunto é beleza e estética”, completa o CEO da Sorrix. De fato, o mercado brasileiro do setor, de acordo com estudo recente da ABIHPEC (Associação Brasileira de Indústria de Higiene Pessoal, Perfumaria e Cosméticos) é o 3º maior do mundo, atrás apenas dos Estados Unidos e da China.

Analisando o setor de Saúde, Beleza e Bem-Estar apenas no âmbito do franchising, tal mercado expandiu-se 9,1% em faturamento e 9,7% na abertura de novas unidades no terceiro trimestre deste ano em relação ao do mesmo período de 2020 – em doze meses, o aquecimento foi de 11,5% em receita e 9,7% em novos pontos.

Para saber mais, basta acessar: www.sorrix.com.br/

Website: http://www.sorrix.com.br/