Últimas Notícias

Tornando-se autônomo: 6 dicas de inspiração

Nem todos ficam felizes em querer trabalhar para o resto da vida no mesmo lugar ou para alguém. Essa forma de pensar não é ruim. Muitas pessoas se esforçam para ser seus próprios chefes e manter o futuro de sua empresa em suas próprias mãos.

No entanto, iniciar o seu próprio negócio nem sempre é tão fácil, principalmente se você não tiver experiência anterior. O mais importante é que a sua ideia de negócio não só prometa um conceito lucrativo, mas que também te agrade. Para te ajudar, queremos fornecer dicas e ideias que você pode usar para se tornar um autônomo.

Trabalhando por conta própria – O básico

Antes de iniciar seu negócio, você precisa se fazer algumas perguntas básicas. Por quê? Essas perguntas têm impacto no curso que sua empresa tomará. Então, vamos começar e responder as perguntas juntos.

1. Trabalhar por conta própria como principal ou parcial? 
Uma das questões mais importantes é se você deseja se tornar um autônomo em tempo integral ou meio período. Se você decidir fazê-lo em tempo integral, significa que você começou seu negócio fora do seu antigo emprego ou largou seu antigo emprego primeiro.

No entanto, esta variante está associada a um risco, pois você deve confiar que pode se financiar totalmente com os lucros do seu trabalho autônomo. Portanto, é preciso muito mais planejamento e muito mais comprometimento.

Sendo autônomo  como trabalho de meio período lhe dá mais segurança, você ainda recebe seu salário, mas também significa que seu trabalho autônomo sempre fica em segundo plano. Não há certo ou errado aqui, você tem que tomar essa decisão por si mesmo.

2. Autônomo ou freelancer? 
Sim, há uma diferença entre trabalho freelancer e auto-emprego. Porque nem todo mundo que tem sua própria empresa também é freelancer. Os freelancers realizam atividades que não estão sujeitas às regulamentações comerciais.

Incluem médicos, advogados, consultores fiscais, arquitetos e jornalistas. Você deve, portanto, certificar-se de que não se enquadra em uma dessas categorias com o tipo de trabalho autônomo.

Como você inicia seu trabalho autônomo?

Sua situação de vida atual também influencia seu início no trabalho autônomo. Mas não tem muita importância em que situação você se encontre no momento: sempre há uma maneira de começar seu próprio negócio.

1. Do emprego ao auto-emprego 
Se você está atualmente em um emprego em tempo integral e deseja se tornar um autônomo em tempo integral, você precisa estar ciente do risco potencial. Começar um negócio leva muito tempo e trabalho, você precisa deixar seu antigo emprego se quiser se dedicar 100% ao próprio negócio.

Aqui você já tem que ter muita certeza sobre sua ideia e ter planejado tudo o mais detalhado possível antes da rescisão, a fim de manter o risco de falha o mais baixo possível.

2. Trabalho autônomo de meio período
Se você não está disposto a correr o risco de simplesmente deixar seu emprego atual, começar um trabalho de meio período pode ser muito bom para você. Assim, você fica financeiramente seguro caso sua empresa não decole imediatamente. Mas lidar com duas empresas diariamente pode ser exaustivo. Se você pode lidar com essa carga de trabalho, esta é uma opção muito boa.

Começar com um trabalho de meio período também pode ser uma boa maneira de ganhar algum dinheiro extra. Se você perceber que o trabalho de meio período tem muito mais potencial para se tornar seu trabalho principal, você pode pensar em seguir com ele. Aqui estão algumas inspirações para ganhar dinheiro a tempo parcial. Você também pode fazer isso sozinho:

  • YouTube
  • Fotos
  • Instagram
  • Publicidade de carros
  • Aplicativo
  • Jogos online
  • Pesquisas on-line
  • Ações

3. Trabalhe por conta própria após se formar 
Muitos gostariam de colocar em prática os conhecimentos adquiridos após os estudos ou mesmo durante os estudos e iniciar sua própria empresa. No entanto, é recomendado obter alguma experiência profissional enquanto está cursando. O que é ensinado no curso pode parecer muito diferente na prática. Um estágio pode te dar conhecimento de como realmente funciona o mercado.

Por isso, é bom saber como funcionam os processos nas empresas e analisar  determinadas estruturas para sua própria empresa. Portanto, use seu tempo e faça estágios ou trabalhe efetivado e tente absorver muito conhecimento prático.

6 Ideias para o seu trabalho autônomo

Agora é hora de começar a trabalhar: a ideia de negócio. Basicamente, você pode se tornar autônomo em todas as áreas. Enquanto houver um mercado para o que você está fazendo, há uma chance de você ter sucesso nisso. Se você ainda não tem ideia de como deseja iniciar seu próprio negócio, temos algumas inspirações para você aqui.

1. Loja online 
Se você sempre quis vender seus próprios produtos, seja algo caseiro ou tênis feminino, ter sua própria loja online pode ser muito lucrativo para você. Você pode construir sua própria plataforma com a ajuda de um criador de sites ou pode usar as opções de plataformas de ecommerce online como Mercado Livre.

Se você decidir ter sua própria loja, terá que trabalhar um pouco mais. No entanto, você se torna completamente independente e não precisa dar nenhum de seus ganhos a nenhum outro provedor.

Com fornecedores como a Amazon, você evita o incômodo de armazenar e enviar seus produtos. Mas a Amazon também quer uma porcentagem dos ganhos. Aqui é importante pensar até que ponto vale a pena você ter sua própria loja ou se faz mais sentido se apegar a gigantes do mercado como a Amazon.

2. Abra um restaurante ou café 
Seu pequeno café, sua própria boutique ou seu próprio restaurante – para muitos é um sonho ter sua própria loja um dia. Se você deseja realizar esse sonho, deve pensar cuidadosamente no conceito e no local.

Especialmente nas grandes cidades há muitos concorrentes que estão planejando algo igual. É aqui que você precisa de uma proposta de venda exclusiva – algo que os outros não têm. Para um restaurante ou café, por exemplo, isso significaria que você oferece apenas pratos veganos.

Claro, também há a opção de assumir uma loja existente se o antigo proprietário não quiser mais administrá-la. Aqui você economiza o brainstorming e muitos custos.

No entanto, você deve primeiro estar ciente o por que do proprietário não quer mais administrar a loja. Assim, você pode ter certeza de que não haverá problemas, como dívidas muito grandes.

3. Blogueiros 
Você também pode se tornar autônomo como blogueiro e trabalhar em tempo integral no seu blog. No entanto, como já existe um grande número de blogs diferentes, os blogs já foram escritos sobre todos o tipo de categoria, você precisa ser muito criativo e procurar um tópico de nicho ou seu blog deve ser melhor que a concorrência.

4. Autor
Se você é uma pessoa particularmente criativa que gosta muito de escrever, também pode se tornar um autor autônomo. Escrever livros não é exatamente um trabalho para todos, mas pode ser muito divertido se você gosta de escrever histórias.

Claro, não precisa ser apenas romances: livros de receitas ou livros de não-ficção também precisam ser escritos por alguém que tenha uma noção nessa área. Então, se você tem alguma experiência em um tópico, um trabalho como escritor pode ser a coisa certa para você.

5. Babá 
No passado, não era incomum que as babás pudessem ganhar um dinheiro extra. Hoje pode se considerar um pouco mais complicado porque você tem que seguir regras. Algumas pessoas exigem que você já tenha um conhecimento anterior, e até cursos.

Além disso, deve haver alguns quartos que sejam adequados para crianças. Por exemplo, isso significa que você precisa de um banheiro, uma sala de jogos e também uma cozinha para cuidar das crianças da maneira certa. Se tudo isso estiver no lugar, você pode se tornar autônomo como babá.

6. Limpeza 
O trabalho de empregada doméstica é conhecido por muitos como uma atividade paralela ao trabalho principal. Na verdade, você também pode se tornar autônomo em tempo integral.

No Brasil, os serviços de ajuda doméstica são muito procurados. Cerca de cada dez famílias particulares estão dispostas a pagar por ajuda doméstica. O que muitos também não sabem é que o trabalho de uma empregada doméstica vai além da limpeza do apartamento.

A diarista também ajuda na preparação das refeições, na lavanderia, na jardinagem ou até mesmo no cuidado das crianças. Isso torna o trabalho particularmente variado e também muito lucrativo se você puder concordar com um bom salário por hora com o cliente. A única coisa importante é que o trabalho seja registrado, caso contrário, o trabalho não declarado pode resultar em problemas como multas.