Últimas Notícias

O que é telemedicina? Entenda

A pandemia mudou as nossas vidas em todos os sentidos. Não somente as relações humanas mudaram. Mas também o mundo trabalho. Com a saúde, não foi diferente. De que maneira seria possível continuar atendendo as pessoas? E em colocá-las em risco de contaminação? É a partir dessa pergunta que surge o maior avanço da telemedicina nos dias de hoje.

E agora, que estamos passando por essa onda louca de contaminação, a telemedicina continuará? Entenderemos aqui neste artigo sobre o que é a telemedicina e como ela funciona. Além disso, como pode continuar essa proposta após a pandemia.

Telemedicina, o que é?

Esse é um ramo da medicina com uma relação muito interessante com a tecnológica. Na verdade, a telemedicina não nasceu com a pandemia. O que acontece nesse tempo é que esse uso de tecnologias fica ainda maior na área da saúde! Nas suas origens, é a facilidade, principalmente da comunicação entre médico e paciente.

Contudo, o atendimento médico online agora também faz parte disso. Em outras palavras, a alternativa encontrada na pandemia foi o atendimento online. E isso entrou também na telemedicina.

Mas, em geral, quando se fala nessa palavra, diz sobre o espaço que as tecnológicas ganharam na clínica. Mas, de quem é a iniciativa na clínica, de colocar tecnologias para agilizar o trabalho?

A gestão da telemedicina na clínica

Tudo o que acontece na clínica é de responsabilidade da administração. É claro que um gestor não pode controlar tudo. Mas precisa saber, pelo menos, dos detalhes. No caso de computadores e outras tecnologias, é ele ou ela que deve se atentar a isso.

Hoje em dia não se pode mais pensar em algum tipo de atendimento sem computadores. A facilidade e a segurança aumentaram com isso. Então, um dos primeiros investimentos é justamente nessa área.

Porém, na gestão clínica esse não é um assunto muito familiar. É por isso que se pode muito bem recorrer a uma consultoria. Existe uma série de grupos prontos para ajudar no planejamento de instalação. Além disso, essa é uma maneira bastante segura de se administrar a tecnologia na clínica.

Quais os melhores meios de telemedicina?

Em primeiro lugar entenda que isso se trata de um ramo da área da saúde. E isso significa dizer que qualquer máquina dentro de uma clínica faz parte disso. Mas não é só isso. São também os outros recursos e atitudes nos meios digitais que a clínica utiliza no contato com o paciente.

Vejamos alguns exemplos daquilo que acontece na prática:

1. Assistência

A assistência significa tudo aquilo que a clínica utiliza para ajudar o paciente no seu contato. Em outras palavras, todos os recursos que ajudam o paciente no seu atendimento. Um médico, enfermeiro ou uma pessoa das mais diversas áreas pode estar a centenas de quilômetros de distância. Mesmo assim, pode o paciente ser atendido sem grandes problemas. Apenas com o uso da tecnologia.

2. Diagnósticos

Com a facilidade de acessar tudo pelo celular ou computador, os laudos também estão no meio dessa facilidade. Um médico pode muito bem receber algumas imagens de exames. Depois disso, pode fazer o laudo pelo computador. Daí, o paciente e quem tem acesso na clínica, pode ver o diagnóstico sem grandes problemas.

Isso na gestão clínica é muito interessante. Porque diminui os gastos? Não se precisa, por exemplo, de muitas pessoas numa equipe para fazer isso. Pode ser apenas uma ou duas para fazerem os laudos. E mais alguém que os digite. O custo disso cai bastante em relação a outros modelos.

3. Educação

Uma clínica é sempre um negócio. Assim, estar nas redes sociais é algo muito importante em nossos dias. E o trabalho com as pessoas ajuda muito na imagem da clínica. A educação, por exemplo, é uma grande oportunidade de ser observada pelas pessoas.

Com as videoconferências e também as novas possibilidades de gravar conteúdos, isso ficou ainda mais fácil. A clínica pode utilizar isso para sempre manter as pessoas bem informadas. Todas as novidades na área da saúde. Assim como dia a dia com saúde. Enfim, as opções são variadas e vai muito daquilo que a clínica deseja contribuir na sociedade.

4. Aplicativo

Uma das grandes apostas que estão sendo feitas nessa área é a criação de um aplicativo. Algumas pessoas não acessam mais um site, por exemplo. E essa se tornou uma maneira de chegar a todos por meio do celular. Sem contar que se trata de algo bem prático. Está na altura das mãos!

Portanto, para uma clínica que possui condições de investir nisso, vale muito a pena. Essa também pode ser uma ótima propaganda.

Conclusão

Tudo aquilo que se pode oferecer ao paciente para facilitar a sua vida deve ser um investimento da clínica. Então, fique atento a tudo aquilo que surge. Toda tecnologia é importante nesse trabalho. Desde o primeiro contato, até o acompanhamento depois de um tratamento. Essa é o momento de fazer o paciente se sentir especial do início ate o fim do seu atendimento médico.