Últimas Notícias

O que é choque elétrico, principais causas e como prevenir

Qualquer pessoa pode sofrer um choque elétrico. Por isso, é importante que você entenda tudo sobre esse tipo de acidente. Acompanhe!

Certamente, a eletricidade é essencial à vida moderna. Uma série de equipamentos usados no dia a dia dependem dela para funcionar, como TVs, computadores e geladeiras. Porém, é preciso ter cuidado com o choque elétrico.

De acordo com a Abracopel (Associação Brasileira de Conscientização para os Perigos da Eletricidade), o registro de acidentes provocados por energia elétrica cresceram no Brasil em 2021, contabilizando 1.579 casos.

Em outras palavras, aconteceram 3 acidentes elétricos por dia durante o ano passado. Um número expressivo que liga o sinal de alerta sobre os cuidados que se deve ter com o problema.

Muitos podem até pensar: “choque elétrico? Isso não vai acontecer comigo”. No entanto, é justamente essa displicência que pode deixá-lo mais vulnerável a esse tipo de acidente.

E o pior: o choque elétrico mata. Segundo o levantamento da Abracopel, houve 674 mortes entre os casos de 2021. Então, é mais do que necessário preocupar-se em adotar medidas preventivas, evitando esses acidentes que podem ser mortais.

Logo abaixo, vamos te explicar tudo sobre o que é choque elétrico, destacando suas principais causas e como é possível lidar com o problema de forma preventiva. Com isso, você pode assegurar seu bem-estar e de quem você ama.

Tenha uma excelente leitura!

O que é choque elétrico?

Em linhas gerais, o choque elétrico é um dos maiores traumas que o organismo humano pode sofrer. Quanto maior for a intensidade da corrente, mais danos são gerados na vítima, podendo até ser fatal.

Isso porque, recebendo uma descarga elétrica, o corpo oferece resistência. Porém, caso a corrente ultrapasse a capacidade que o organismo tem de combatê-la, pode acontecer uma parada cardiorrespiratória.

Ou seja, o coração da pessoa para de bater e a pessoa pode morrer rapidamente se não for socorrida. Só que, um choque elétrico de baixa voltagem também deixa sequelas graves na vítima ou matá-la.

Portanto, é necessário buscar atendimento médico o quanto antes para reduzir o impacto do choque elétrico. Só assim, é possível assegurar a qualidade de vida do indivíduo, evitando problemas limitadores ou uma situação ainda mais delicada.

Causas mais comuns de acidentes do tipo

Embora possa acontecer de diferentes formas, há causas mais comuns de choque elétrico. Elas ocorrem essencialmente por conta da falta de cuidado ou conhecimento sobre processos simples do dia a dia. Veja abaixo!

Instalações elétricas

Instalações elétricas mal planejadas ou que ficaram muitas velhas ao decorrer do tempo, podem provocar acidentes. Os cabos podem ficar mal dimensionados e equipamentos sem aterramento, por exemplo.

Assim também, os dispositivos de proteção podem ficar inadequados. Tudo isso deixa o local suscetível a possíveis curto-circuitos e incêndios. E ainda causa choque elétrico nos moradores da casa.

Gatos

Além de serem instalações ilegais, fazer “Gatos” é perigoso, tanto para o indivíduo que faz a instalação quanto para os moradores da residência. A falta de conhecimento técnico e equipamento de proteção deixa o instalador em risco.

Enquanto os moradores podem ter uma instalação mal feita em casa, sem nem mesmo saber disso. Assim, pode ocorrer um acidente elétrico a qualquer momento, colocando a vida de todos em perigo.

Eletrodomésticos

Acidentes elétricos em eletrodomésticos, como ar condicionado portátil, máquina de lavar e secar roupas, chuveiros elétricos e furadeiras (para quem trabalha como eletricista), por exemplo, também acontecem com bastante frequência. O motivo? Sobretudo, pelo mau uso dos aparelhos. Ou seja, conectá-los em uma mesma extensão, colocá-los em uma tensão maior do que sua capacidade de suportar, dentre outras ações.

Além do mais, quando você decide consertar um eletrodoméstico por conta própria, sem um curso de eletricista ou eletrônica online, corre riscos de provocar um acidente. Sendo o ideal chamar especialistas para fazer o reparo.

Quais medidas preventivas contra choque elétrico você pode tomar?

No entanto, quais medidas preventivas podem ser tomadas para evitar choque elétrico, protegendo você e sua família de acidentes tão perigosos? Logo abaixo, destacamos quatro formas para fazer isso. Confira!

1. Verifique a voltagem

Sempre que comprar um novo eletrodoméstico, verifique a voltagem do local de instalação e do item em questão. Eles precisam ser compatíveis para que o aparelho funcione perfeitamente e eventuais acidentes sejam evitados.

2. Não sobrecarregue tomadas

Usar benjamins ou extensões, com vários aparelhos conectados a uma mesma fonte de energia, definitivamente não é boa ideia. Sempre opte por ligar aparelhos de forma separada, diminuindo assim a probabilidade de acidentes.

Contudo, não sendo possível conectar os aparelhos a energia elétrica separadamente, compre um filtro de linha. Ele funciona de maneira parecida com a extensão, só que desliga automaticamente quando há uma sobrecarga.

3. Mantenha fios elétricos em ordem

Deixe os fios elétricos sempre em ordem, isto é, encapados, isolados e embutidos. Assim, ninguém vai mexer neles facilmente ou correr o risco de levar um choque elétrico ao limpá-lo, por exemplo.

4. Faça manutenções periódicas

Periodicamente, chame profissionais especializados para supervisionar ou realizar manutenções em ar condicionados em suas instalações elétricas. Decerto, é a forma mais eficaz para evitar qualquer acidente por descuido.

Dúvidas relacionadas a choque elétrico

Porque o choque pode matar?

A intensidade da corrente elétrica pode causar danos sérios para o organismo da vítima, provocando sequelas graves ou até mesmo a morte, quando leva a parada cardiorrespiratória.

Qual é o choque que gruda?

O choque elétrico em que a vítima fica grudada no fio é o de 127V. Ele pode ser mais perigoso do que o de 220V, considerado muito mais forte, por causa desse efeito.

O que fazer depois de tomar um choque?

Ao ver alguém tomando um choque, a primeira coisa a ser feita é interromper o contato da vítima com a fonte elétrica, desligando a chave geral. Em seguida, chame o serviço de emergência e faça a reanimação cardíaca, caso a pessoa esteja inconsciente. 

Conclusão

Agora que você já sabe tudo sobre o choque elétrico, pode começar a tomar medidas preventivas para evitar acidentes assim na sua casa, protegendo você e o bem-estar e qualidade de vida de sua família.

Como vimos, cuidados simples podem impedir que danos irreparáveis aconteçam. Afinal de contas, qualquer acidente elétrico pode ser fatal. Por isso, não deixe para depois.  

Chame um especialista para verificar o funcionamento de toda sua instalação elétrica e comece a ser mais responsável quanto a um eventual choque elétrico. A segurança de quem você ama está em suas mãos.