PUBLICIDADE

PALIMONTES

Inicio » Esporte » Recopa 2014 – Kalil pede, e atleticanos compram mais de 40 mil ingressos

Recopa 2014 – Kalil pede, e atleticanos compram mais de 40 mil ingressos


Reviewed by:
Rating:
5
On 17 de julho de 2014
Last modified:17 de julho de 2014

Summary:

Recopa 2014 - Kalil pede, e atleticanos compram mais de 40 mil ingressos

Após a vitória do Atlético-MG sobre o Lanús, na noite dessa quarta-feira, por 1 a 0, na Argentina, no Estádio La Fortaleza, em duelo válido pela Recopa, o presidente alvinegro, Alexandre Kalil, cobrou a presença forte da torcida preto e branca para o duelo de volta, no Mineirão.

Atlético-MG saiu na frente no confronto contra o Lanús
Atlético-MG saiu na frente no confronto contra o Lanús

“Agora vão para a fila comprar ingressos. Porque ainda tem para vender. Vamos botar a mão no bolso e comprar ingresso. Porque tem conta para pagar. Agora é comprar ingressos para fazer a uma festa bonita. Não tem nada ganho. Já vimos muito desastre. Mas o caminho está bem trilhado. Estou feliz e orgulhoso do time. Acho que temos um baita elenco”, falou o mandatário.

O pedido do comandante alvinegro foi atendido em boa parte. Mais de 40 mil bilhetes já foram vendidos e restam poucos. Ainda tem uma cota de oito mil entradas para a Minas Arena, administradora do Mineirão.

Para reforçar a solicitação aos torcedores, Kalil elogiou seus jogadores com a vitória na fria noite argentina. “Trabalhamos, concentramos e o resultado veio. É o que eu digo. Nosso caminho não tem volta, é definitivo. Encontrou um rumo, é um time talhado, que sabe o que quer. Vir na Argentina, nessa temperatura, e ganhar esse jogo, não é brincadeira não. É muito difícil. Está todo mundo de parabéns”, finalizou.

O pedido do presidente atleticano traz a recordação da final da Copa Libertadores, quando o Atlético-MG lotou o Mineirão lucrando mais de R$8 milhões.


Aviso: nossos editores/colunistas estão expressando suas opiniões sobre o tema proposto, e esperamos que as conversas nos comentários sejam respeitosas e construtivas. O espaços abaixo são destinado para discussões, para debatermos o tema e criticar ideias, não as pessoas por trás delas. Ataques pessoais não serão, de maneira nenhuma, tolerados, e nos damos o direito de excluir qualquer comentário ofensivo, difamatório, calunioso, preconceituoso ou de alguma forma prejudicial a terceiros, assim como textos de caráter promocional e comentários anônimos (sem um nome completo e e-mail valido).