Matrículas Aberta - Escola Adventista

Últimas Notícias

SAIBA MAIS AQUI - FAÇA CLICK

Inicio » Política » Passagens de avião para cônjuges de deputados serão pagas com dinheiro público

Passagens de avião para cônjuges de deputados serão pagas com dinheiro público

A Mesa Diretora da Câmara dos Deputados liberou nesta quarta-feira (25) o uso de dinheiro público para custear os gastos com passagens aéreas para maridos e esposas de deputados federais. Essa decisão vai de encontro com a restrição aplicada em 2009, por causa da chamada “farra das passagens aéreas”.

A medida foi um compromisso assumido pelo deputado Eduardo Cunha (PMDB) durante sua campanha à Presidência da Câmara Foto: Reprodução
A medida foi um compromisso assumido pelo deputado Eduardo Cunha (PMDB) durante sua campanha à Presidência da Câmara
Foto: Reprodução

A liberação da verba teria sido uma demanda reivindicada por mulheres de deputados durante a campanha do agora presidente da Câmara, deputado Eduardo Cunha (PMDB-RJ). A proibição ao uso da verba por parentes foi imposta no ano de 2009. Na época, a Casa restringiu o uso das passagens a deputados e assessores no exercício das atividades parlamentares.

O escândalo chamado de “farra das passagens aéreas” tomou conta dos noticiários de todo o País. No caso, denunciado pelo site Congresso em Foco, descobriu-se que políticos usavam a cota de bilhetes aéreos para fazer turismo e transportar parentes e terceiros em viagens para o exterior. A norma estabelecia que a verba fosse usada apenas para que o deputado fizesse o trajeto de sua cidade até Brasília, além da volta.

Dos titulares da Mesa diretora, apenas Mara Gabrilli (PSDB-SP) e Alex Canziani (PTB-PR) votaram contra a medida. Os suplentes Luiza Erundina (PSB-SP) e Mandetta (DEM-MS) também votaram contra a aplicação, que foi apoiada pela maioria dos colegiados.

O compromisso assumido pela campanha do deputado pemedebista sairá dos cofres públicos. Cunha se defende alegando que o impacto no orçamento será “quase nulo”, pois não haverá aumento no valor do benefício concedido aos deputados.

NÚMEROS – Na última legislatura, foram gastos mais de R$ 131 milhões só com passagens aéreas para deputados por meio da Cota para o Exercício da Atividade Parlamentar (Ceap).

Essa é a segunda maior despesa da Ceap, ficando atrás apenas da divulgação de mandato, que consumiu mais de R$ 135 milhões no mesmo período. Nos últimos quatro anos, os gatos com passagens de avião para deputados chegou a ser de mais de R$ 671 milhões, tirados dos cofres públicos

.

Aviso

  • • Nossos editores/colunistas estão expressando suas opiniões sobre o tema proposto e esperamos que as conversas nos comentários de artigos do JORNAL MONTES CLAROS sejam respeitosas e construtivas.
  • • Os espaços de comentários em nossos artigos são destinados a discussões, debates sobre o tema e críticas de ideias, não as pessoas por trás delas. Ataques pessoais não serão tolerados de maneira nenhuma e nos damos ao direito de ocultar/excluir qualquer comentário ofensivo, difamatório, preconceituoso, calunioso ou de alguma forma prejudicial a terceiros, assim como textos de caráter promocional e comentários anônimos (sem nome completo e/ou e-mail válido)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *