Últimas Notícias

Rússia nega que seus bombardeios tenham atingido o menino Omran

Rússia nega que seus bombardeios tenham atingido o menino Omran

A Rússia negou nesta sexta-feira (19/08/2016) que um de seus ataques aéreos tenha atingido o menino Omran, cuja imagem empoeirada e ensanguenta virou um símbolo da tragédia de sua cidade, Aleppo.

A foto de Omran, de 4 anos, foi tirada pouco depois do bombardeio contra o bairro rebelde de Qaterji
A foto de Omran, de 4 anos, foi tirada pouco depois do bombardeio contra o bairro rebelde de Qaterji

“Os aviões russos que operam na Síria jamais atacam alvos no interior de zonas povoadas”, assegurou um porta-voz militar, Igor Konashenkov, em um comunicado.

A Rússia não atacou qualquer objetivo na quarta-feira (17/08/2016), no leste de Aleppo, onde a foto do menino Omran foi tirada, acrescenta o texto.

A foto de Omran, de 4 anos, foi tirada pouco depois do bombardeio contra o bairro rebelde de Qaterji. A imagem da criança atordoada dentro da ambulância rodou e comoveu o mundo.

CLIQUE AQUI PARA ENTRAR EM CONTATO CONOSCO!!!

As acusações dos meios de comunicação ocidentais são “uma exploração cínica da situação em Aleppo e um clichê da propaganda antirrusa”, acrescentou o porta-voz.

Segundo a fonte, o ataque foi cometido pelos próprios rebeldes para desacreditar os esforços russos a favor da criação de um corredor humanitário.