Últimas Notícias

Coluna do Hesiodo José – Fragmentos Diários (aumento e também invento)

Coluna do Hesiodo José – Fragmentos Diários (aumento e também invento)

Inutilidades Públicas

Deu no Jornal

Miro Baseado mora em um bairro da zona norte de Montes Claros. Em plena sexta-feira da paixão ele foi preso pela policia assaltando uma loja no centro da cidade. Era pouco mais das 7:00 h da manhã, Miro acordou cedo para “trabalhar”, mas as 09:00h já fazia mais de uma hora que ele estava algemado esperando educadamente para dar suas justificativas, era uma loja de roupas, Miro queria uma camisa de marca para sair com uma menina que conheceu pela internet, no seu perfil ele se coloca como autônomo. Mas tem que ser, por enquanto não se tem noticia de alguma empresa que assine a carteira de ladrão. Mas da maneira que se encontra corriqueira, trivial e ordinária as noticias de crimes assim, esta não somaria mais nada se o desfecho não fosse  tão cômico. Por quê? Bem lá pelas tantas da tarde Miro Baseado ainda não tinha sido ouvido, um policial querendo pagar seus pecados no dia da crucificação de Jesus, ligou para um serviço de marmitex e pediu que enviassem  quatro, um para ele, outro para o delegado o terceiro para um travesti que fez  streeptease na praça da matriz e o quarto para Miro. Na hora em que foram  destampadas as marmitas Miro fez o sinal da cruz. — Quê que é ladrão! Está benzendo a comida? – Perguntou o policial. — Não, hoje é sexta feira santa, eu não como carne de jeito nenhum! – Disse Miro voltando a fechar o marmitex. — Tá bom, comer carne não pode, mas roubar pode? – Interrogou o policial. — Sigo apenas o que está na bíblia senhor! Se lá dissesse que roubar é pecado neste dia eu não teria tentado nada. – Concluiu Miro sentando-se com as mãos no rosto.


Choveu minhoca em Minas Gerais

Existem registros de chuvas um tanto esquisitas que aconteceram em Minas Gerais nestes últimos meses. Quer um exemplo? A chuva de peixes que, basicamente, acontece devido a ventos fortes ou tornados que viajam sobre as águas e são capazes de carregar com eles, além dos peixes, até mesmo sapos por vários quilômetros fatos registrados em São Francisco e Pirapora nas chuvas de Dezembro. Agora, uma nova modalidade dessas “chuvas” esquisitas acaba de acontecer em Governador Valadares: minhocas foram vistas caindo do céu. O fenômeno tem intrigado biólogos e meteorologistas, que têm buscado uma explicação para tal fato. Segundo o site UAI MOÇO, o professor de biologia Kleber Salviano presenciou o fenômeno enquanto estava observando o céu das janelas do Sitio. “Eu vi milhares de minhocas descendo, a quantidade era tanta que achei que fosse as pragas do apocalipse, elas pareciam estar mortas, mas quando eu  peguei algumas para fritar no azeite com cebola, começaram a pular. Notei também que algumas tinham pequenas asas como se fossem besouros compridos. O susto foi grande, mas a satisfação depois foi garantida, junto com colegas do carteado comemos muitas minhocas durante vários dias!”

Riso da Hora

 

Fica assim, amanhã tem mais…

Hesiodo José
Hesiodo José