Inicio » Esporte » Brasileirão 2017 » Brasileirão 2017 – Cruzeiro aplica 3 a 1 sobre o Fluminense

Brasileirão 2017 – Cruzeiro aplica 3 a 1 sobre o Fluminense

Brasileirão 2017 – Cruzeiro aplica 3 a 1 sobre o Fluminense

Em uma noite inspirada, com duas assistências e um gol de centroavante, o meia Thiago Neves destruiu a retranca do Fluminense, comandou a virada e a grande vitória do Cruzeiro por 3 a 1 sobre o Fluminense, neste domingo, no Mineirão, pela 34ª rodada do Campeonato Brasileiro. O camisa 30 foi decisivo e, além de deixar o seu, serviu Romero e Diogo Barbosa, que marcaram para os mineiros. Pedro descontou para o tricolor carioca.

Brasileirão 2017 - Cruzeiro aplica 3 a 1 sobre o Fluminense
Brasileirão 2017 – Cruzeiro aplica 3 a 1 sobre o Fluminense

 

O resultado coloca a Raposa em quinto, com 52 pontos, dando a impressão que o time poderia ter brigado por objetivos maiores na competição, se não fossem os vacilos em alguns jogos. Já o Flu se complicou na briga por uma das vagas no G-7. A equipe ficou a sete pontos do sétimo Flamengo.

Na próxima rodada, os cruzeirenses recebem o Avaí. Já o Fluminense vai a São Paulo pegar o Corinthians.

O JOGO. O jogo começou morno, com os sistemas defensivos levando vantagem sobre os ataques. E a primeira chance só surgiu quando a zaga celeste vacilou, o que custou caro. Scarpa chutou fraco e a bola sobrou na área para Pedro, que bateu na saída de Fábio e abriu o marcador, aos 7 min. Sem conseguir penetrar na defesa adversária, a Raposa respondeu em um chute de fora da área. Aos 16 min, o argentino tabelou com Thiago Neves e mandou uma bomba. A bola desviou na defesa e encobriu Cavalieri, deixando tudo igual. O time celeste seguiu com mais posse de bola, mas pouco criava. Os donos da casa reclamaram de pênalti após a bola bater no braço de um zagueiro do Flu. O árbitro mandou seguir. Os cariocas levaram perigo em alguns contra-ataques, porém não obtiveram sucesso.

Já o segundo tempo começou pegando fogo. Logo no primeiro minuto, Thiago Neves quase marcou após rebote de Cavalieri, mas errou o alvo. O Fluminense respondeu com Scarpa, que também chutou para fora. A situação celeste melhorou após o lateral Marlon levou o segundo amarelo por colocar a mão na bola e foi expulso. E a Raposa foi rápida para aproveitar a superioridade numérica. Na cobrança da falta, Thiago Neves bateu na segunda trave e Diogo Barbosa mandou para as redes, aos 11 min, marcando o vira-vira celeste.

Os mineiros aumentaram o ritmo e acuaram os visitantes, que não tinham força para reagir. Aos 27 min, o meia Thiago Neves ampliou de perna direita. Ele não comemorou em respeito ao Flu, por ter tido uma história no clube. O resultado só não foi mais elástico pelas boas intervenções do goleiro Diego Cavalieri.

Aviso: nossos editores/colunistas estão expressando suas opiniões sobre o tema proposto, e esperamos que as conversas nos comentários sejam respeitosas e construtivas. O espaços abaixo são destinado para discussões, para debatermos o tema e criticar ideias, não as pessoas por trás delas. Ataques pessoais não serão, de maneira nenhuma, tolerados, e nos damos o direito de excluir qualquer comentário ofensivo, difamatório, calunioso, preconceituoso ou de alguma forma prejudicial a terceiros, assim como textos de caráter promocional e comentários anônimos (sem um nome completo e e-mail valido).



Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *