Publicidade
FENICS 2108 - RESERVE JÁ,JÁ, SEU STAND!  
Inicio » Nacional » PM morre após ser baleado no Rio; já são 43 policiais mortos no Estado em 2018

PM morre após ser baleado no Rio; já são 43 policiais mortos no Estado em 2018

PM morre após ser baleado no Rio; já são 43 policiais mortos no Estado em 2018

O sargento da Polícia Militar do Rio de Janeiro Luiz Felipe de Castro Moraes, de 43 anos, morreu na noite desta terça-feira, 8, no bairro de Brás de Pina, na zona norte da capital fluminense, elevando para 43 o número de policiais mortos no Estado em 2018.

Estado do Rio de Janeiro está sob intervenção federal
Estado do Rio de Janeiro está sob intervenção federal

 

De acordo com informações da corporação, Moraes foi encontrado baleado ao lado de seu veículo. Ele chegou a ser socorrido por policiais militares do 16º BPM (Olaria) e levado ao Hospital Estadual Getúlio Vargas, na Penha, mas não resistiu aos ferimentos.

No dia 4 de maio, uma tentativa de roubo de carga em uma rodovia que passa por São Gonçalo, na região metropolitana do Rio, terminou com a morte do cabo Eduardo da Conceição Rosa, de 34 anos.

Ele trabalhava no 5º Batalhão (Praça da Harmonia), no Rio, mas estava de folga e, acompanhado por outro policial militar na mesma situação, fazia bico escoltando um caminhão de uma loja de eletrodomésticos.

Leia Também

Saiba como conhecer Nova York fazendo um cruzeiro pelo rio que corta a cidade

* Por: da redação - 16 de agosto de 2018. Saiba como conhecer Nova York …

Aviso: Nossos editores/colunistas estão expressando suas opiniões sobre o tema proposto e esperamos que as conversas nos comentários de artigos do JORNAL MONTES CLAROS sejam respeitosas e construtivas.O espaço de comentários em nossos artigos é destinado a discussões, debates sobre o tema e críticas de ideias, não às pessoas por trás delas. Ataques pessoais não serão tolerados de maneira nenhuma e nos damos ao direito de ocultar/excluir qualquer comentário ofensivo, difamatório, preconceituoso, calunioso ou de alguma forma prejudicial a terceiros, assim como textos de caráter promocional e comentários anônimos (sem nome completo e/ou email válido).

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *