Vaga no Bolso

Turbo Pesquisa - CLIQUE AQUI PARA MIAS INFORMAÇÕES
Inicio » Norte de Minas » No Norte de Minas o MPE e MPF querem assegurar abastecimento de postos e liberação de cargas

No Norte de Minas o MPE e MPF querem assegurar abastecimento de postos e liberação de cargas

No Norte de Minas o MPE e MPF querem assegurar abastecimento de postos e liberação de cargas

Ministério Público Estadual e Ministério Público Federal emitiram recomendação na tarde desta terça-feira (29) com o objetivo de assegurar o abastecimento dos postos de combustíveis e garantir o atendimento das necessidades básicas da sociedade no Norte de Minas.

No Norte de Minas o MPE e MPF querem assegurar abastecimento de postos e liberação de cargas
No Norte de Minas o MPE e MPF querem assegurar abastecimento de postos e liberação de cargas

Durante coletiva de imprensa, na tarde desta terça-feira (29) em Montes Claros, os promotores anunciaram que a recomendação foi entregue aos motoristas na base de distribuição regional e aos postos que estão com concentração de grevistas. A força policial poderá ser usada, em caso de resistência dos grevistas.

“Nós verificamos que vários caminhoneiros querem voltar a trabalhar após o atendimento de quase todas as reivindicações e estão sendo coagidos por uma minoria extremada e radicalizada a permanecer no movimento. Então, nós queremos garantir que esse caminhoneiro volte a trabalhar de maneira segura, eles poderão voltar e terão a escolta das forças armadas”, explica o promotor Felipe Caires.

Segundo o coronel Evandro Geraldo Ferreira Borges, representante da Polícia Militar na coletiva de imprensa, a recomendação deve ser cumprida de forma imediata para os transportes de combustíveis e das cargas que estão retidas na estrada devido a paralisação. “A recomendação é para que os transportadores façam os abastecimentos e caso isso não venha ser cumprido, se necessário for, as forças armadas e a Polícia Militar possam fazer valer da requisição dos caminhões e forçadamente realizar o abastecimento”.

Necessidades básicas

Segundo o procurador da república Marcelo Cerqueira, a recomendação visa também garantir o atendimento das necessidades básicas da sociedade e a manutenção da ordem. “A nossa expectativa é refrear os ânimos daqueles que estão está dentro do movimento grevista com pautas que não são legitimas da categoria, pautas de cunho antidemocrático que acabam deturpando aquelas reivindicações e causando prejuízos à sociedade e violando os direitos fundamentais da população”.

No Norte de Minas, o movimento grevista entrou no nono dia com paralisações em várias cidades da região, o que provocou desabastecimento nos postos. Na manhã desta terça-feira, a base de distribuição de combustíveis liberou 45 mil litros de gasolina para abastecimento de postos em Montes Claros; o local também concentra manifestações. Segundo a Polícia Militar, 40% dos postos da cidade receberam alguma quantidade de combustível.

“Nós pretendemos manter esse ritmo ao logo da semana, de forma gradativa. Paralelo a isso estamos com a demanda prioritária já direcionada, que é trazer desses locais onde há o impedimento do transporte de alimentação para aves, suínos e ruminantes em geral, vacinas e estamos também como prioridade o abastecimento de gás do município”, afirma o coronel Borges.

Segundo a PM, não é possível estipular prazo para a retomada total da normalidade dos serviços.

Aviso: Nossos editores/colunistas estão expressando suas opiniões sobre o tema proposto e esperamos que as conversas nos comentários de artigos do JORNAL MONTES CLAROS sejam respeitosas e construtivas. Os espaços de comentários em nossos artigos são destinados a discussões, debates sobre o tema e críticas de ideias, não as pessoas por trás delas. Ataques pessoais não serão tolerados de maneira nenhuma e nos damos ao direito de ocultar/excluir qualquer comentário ofensivo, difamatório, preconceituoso, calunioso ou de alguma forma prejudicial a terceiros, assim como textos de caráter promocional e comentários anônimos (sem nome completo e/ou e-mail válido)



Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *