Vaga no Bolso

Inicio » Montes Claros » Pai de paciente faz surpresa para profissionais que cuidaram da filha durante internação na Santa Casa de Montes Claros

Pai de paciente faz surpresa para profissionais que cuidaram da filha durante internação na Santa Casa de Montes Claros

Pai de paciente faz surpresa para profissionais que cuidaram da filha durante internação na Santa Casa de Montes Claros

Na Santa de Montes Claros, hospital que é referência em alta e média complexidade, para cerca de duas milhões de pessoas, não faltam exemplos de superação inspiradoras, casos inusitados e, claro, histórias de gratidão dos pacientes com os colaboradores do hospital.

Pai de paciente faz surpresa para profissionais que cuidaram da filha durante internação na Santa Casa de Montes Claros
Pai de paciente faz surpresa para profissionais que cuidaram da filha durante internação na Santa Casa de Montes Claros

 

Um desses casos é o do funcionário público Washington Leite, pai da pequena Maria Eduarda, de dois anos, que no mês de julho precisou ficar internada dez dias para tratar um quadro grave de pneumonia.

Assim que chegou ao hospital, a garotinha precisou ser entubada, situação que deixou a família da Duda apreensiva. Mas graças a dedicação e profissionalismo da equipe assistencial da Pediatria, a menina conseguiu vencer o estágio grave da doença, e se recuperou em um curto período de tempo.

Como forma de agradecimento pelo tratamento e carinho recebido no hospital, o pai da Duda preparou uma surpresa para os médicos, enfermeiros, técnicos de enfermagem e fisioterapeuta, que atenderam a menina durante o período de internação.

Washington reuniu fotos que mostram a evolução e recuperação da filha, ao lado da equipe de Pediatria da Santa Casa de Montes Claros, e nesta segunda-feira (7), fez a entrega de uma moldura com os registros àqueles que ele afirma “serem os hérois da Maria Eduarda”.

“A minha filha chegou em um estado crítico na emergência, e desde o primeiro momento todos os profissionais fizeram de um tudo para salvar a vida dela. Sou grato pela qualidade do atendimento que ela recebeu, bem como todo o carinho que essas pessoas tiveram com ela durante os dez dias que precisamos ficar aqui”, ressaltou o pai.

Washington pediu para reunir as equipes de emergência e da pediatria para fazer pessoalmente o agradecimento e entregar a homenagem aos profissionais de saúde. A atitude do pai emocionou os colaboradores, em especial a fisioterapeuta Maria Luiza, uma das primeiras pessoas a cuidar da pequena Duda.

“A gente fica imensamente feliz com essa atitude de reconhecimento, mas a maior gratificação é saber que a garotinha se recuperou e segue a vida com saúde. Isso que nos incentiva e faz ter certeza que escolhemos a profissão certa”, contou.

Humanização do tratamento

Para a gerente interina da Pediatria da Santa Casa, Karla Beatriz Ferreira, a atitude de retribuição é resultado da humanização no atendimento aos pacientes, que faz com que eles se sintam confortáveis e agradecidos.

“Trabalhamos para tirar a humanização do papel, tornando-a uma humanização de verdade. E se importar realmente com a pessoa que está do seu lado, não tratar como mais um paciente, tratar como aquele paciente, que merece toda a dedicação e carinho da equipe assistencial”,afirmou a gerente, ressaltando que grande parte dessa sensação de acolhimento se deve ao modo como os procedimentos são explicados e executados, da atenção dada ao tratamento de cada paciente e com sua família.

“A humanização de toda equipe do hospital é necessária, mas na Pediatria, temos aquele incentivo grandioso que é lidar com crianças. Falo por toda a equipe quando digo que me sinto muito feliz de trabalhar em um hospital e em um setor que funciona dessa forma”, finalizou Beatriz.

Aviso: Nossos editores/colunistas estão expressando suas opiniões sobre o tema proposto e esperamos que as conversas nos comentários de artigos do JORNAL MONTES CLAROS sejam respeitosas e construtivas.O espaço de comentários em nossos artigos é destinado a discussões, debates sobre o tema e críticas de ideias, não às pessoas por trás delas. Ataques pessoais não serão tolerados de maneira nenhuma e nos damos ao direito de ocultar/excluir qualquer comentário ofensivo, difamatório, preconceituoso, calunioso ou de alguma forma prejudicial a terceiros, assim como textos de caráter promocional e comentários anônimos (sem nome completo e/ou email válido).

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *