Vaga no Bolso

Inicio » Montes Claros » Santa Casa de Montes Claros recebe Hospital Sírio-Libanês para a implantação do “Projeto Lean nas Emergências”

Santa Casa de Montes Claros recebe Hospital Sírio-Libanês para a implantação do “Projeto Lean nas Emergências”

Santa Casa de Montes Claros recebe Hospital Sírio-Libanês para a implantação do “Projeto Lean nas Emergências”

Na manhã de ontem, 22 de outubro, a Santa Casa de Montes Claros recebeu a primeira visita de consultoria do Hospital Sírio-Libanês para a implantação do “Projeto Lean nas Emergências”. O projeto foi desenvolvido pelo Ministério da Saúde e implementado pelo Sírio-Libanês, como parte do Programa de Apoio ao Desenvolvimento Institucional do SUS (PROADI-SUS) para o triênio de 2018 a 2020. 
Santa Casa de Montes Claros recebe Hospital Sírio-Libanês para a implantação do "Projeto Lean nas Emergências"
Santa Casa de Montes Claros recebe Hospital Sírio-Libanês para a implantação do “Projeto Lean nas Emergências”
De acordo com o consultor de processos e projetos do Hospital Sírio-Libanês, Nicolas Roberto da Silva Marcelino,  a iniciativa tem como foco reduzir a superlotação e melhorar o atendimento em emergência de hospitais que atendem pelo Sistema Único de Saúde-SUS. “Através da metodologia Lean é feito é série de análises e ferramentas de gestão para trazer uma melhoria no processo de atendimento para conseguir combater ou reduzir a situação de superlotação dos pronto socorros dos hospitais filantrópicos”, diz
Nicolas explica ainda que num primeiro momento é feito um diagnóstico da situação do hospital como um todo. “Antes de começar qualquer atividade do projeto é feito um diagnóstico de como funciona o hospital através de seus indicadores. Vamos analisar qual é  volumetria, capacidade, perfil do hospital e dos pacientes atendidos para que a gente possa entender melhor a instituição”, complementa.
Durante a apresentação do projeto, o superintendente da Santa Casa de Montes Claros, Maurício Sérgio, ressaltou a importância da Instituição fazer parte do projeto. Ele citou que neste ciclo atual, o Ministério da Saúde elencou 20 hospitais no país para implementação da ação. “Temos uma expectativa muito grande de melhorar ainda mais o fluxo de atendimento no Pronto Socorro. O principal propósito é que esse processo elimine, de forma definitiva, a quantidade de pacientes que ficam nos corredores aguardando vaga”, fala.
Maurício destaca que, apesar da metodologia iniciar no Pronto Socorro, ela abrange todo o hospital, ou seja, todos os leitos, internações, todos os fluxos. “Oito colaboradores da Santa Casa passarão por um treinamento do Hospital Sírio-Libanês, no qual eles serão qualificados dentro das expertises do projeto. Dessa forma, eles serão multiplicadores junto aos outros profissionais”.
Ao todo, a Santa Casa de Montes Claros receberá dez visitas de dois dias a cada 15 dias da equipe do Sírio-Libanês. De acordo com o Ministério da Saúde, ao final de 2020, a meta é chegar a 100 serviços de emergência com o Lean, mais de 450 profissionais treinados e 180 protocolos clínicos nos serviços de emergência implementados.
Pronto Socorro
 
A Santa Casa de Montes Claros é referência em atendimento de alta complexidade (urgência/emergência), para uma população estimada em dois milhões de habitantes no norte de Minas (86 municípios), Vales do Jequitinhonha e Mucuri, além do sudoeste da Bahia. A capacidade instalada no Pronto Socorro do hospital é de 20 leitos, porém, a média de internação na unidade de emergência é de 60 pacientes por dia, ou seja, além da capacidade. Atualmente, o setor de urgência/emergência do hospital recebe uma procura por atendimento de aproximadamente 3 mil pessoas diariamente.

Aviso: Nossos editores/colunistas estão expressando suas opiniões sobre o tema proposto e esperamos que as conversas nos comentários de artigos do JORNAL MONTES CLAROS sejam respeitosas e construtivas.O espaço de comentários em nossos artigos é destinado a discussões, debates sobre o tema e críticas de ideias, não às pessoas por trás delas. Ataques pessoais não serão tolerados de maneira nenhuma e nos damos ao direito de ocultar/excluir qualquer comentário ofensivo, difamatório, preconceituoso, calunioso ou de alguma forma prejudicial a terceiros, assim como textos de caráter promocional e comentários anônimos (sem nome completo e/ou email válido).

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *