Vaga no Bolso

Inicio » Mais Seções » Curiosidades » Em busca de cigarro, homem deixa hospital com um machado cravado nas costas

Em busca de cigarro, homem deixa hospital com um machado cravado nas costas

Em busca de cigarro, homem deixa hospital com um machado cravado nas costas

O vício em nicotina pode levar muitas pessoas a situações extremas. Um bom exemplo ocorreu em Kazan, na Rússia, quando uma enfermeira de um hospital flagrou um paciente, apenas de cueca, tentando deixar o pronto-socorro. Um pequeno detalhe é que ele tinha um machado cravado nas costas.

Em busca de cigarro, homem deixa hospital com um machado cravado nas costas
Em busca de cigarro, homem deixa hospital com um machado cravado nas costas

 

Identificado apenas como Vladimir, o paciente, de 34 anos, custou a ser convencido pelos funcionários de que o melhor era voltar para sua cama, onde poderia ser atendido e ter o machado retirado do seu corpo, conforme contou a enfermeira ao jornal britânico “Metro”.

 

Nem mesmo o frio de 10 graus negativos pareciam impedir o paciente, o que obrigou a enfermeira a falar mais alto com ele. “Vladimir, você está louco? Aonde você pensa que vai? Assim você vai morrer”, questionou.

Após responder que queria apenas um cigarro, Vladimir voltou para sua cama e foi submetido a cirurgia para a retirada do machado, cujo cabo era a única parte visível. Ele está se recuperando, no hospital.

Aviso: Nossos editores/colunistas estão expressando suas opiniões sobre o tema proposto e esperamos que as conversas nos comentários de artigos do JORNAL MONTES CLAROS sejam respeitosas e construtivas.Os espaços de comentários em nossos artigos são destinados a discussões, debates sobre o tema e críticas de ideias, não ás pessoas por trás delas. Ataques pessoais não serão tolerados de maneira nenhuma e nos damos ao direito de ocultar/excluir qualquer comentário ofensivo, difamatório, preconceituoso, calunioso ou de alguma forma prejudicial a terceiros, assim como textos de caráter promocional e comentários anônimos (sem nome completo e/ou e-mail válido)



Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *