SMART FIT - MONTES CLAROS

Turbo Pesquisa - CLIQUE AQUI PARA MIAS INFORMAÇÕES
Inicio » Minas Gerais » MG – PF cumpre 68 mandados de busca e apreensão em Mina Gerais e mais 8 estados

MG – PF cumpre 68 mandados de busca e apreensão em Mina Gerais e mais 8 estados

MG – PF cumpre 68 mandados de busca e apreensão em Mina Gerais e mais 8 estados

MG – A Polícia Federal deflagrou na manhã desta terça-feira a 4ª fase da operação Carne Fraca operação para investigar crime de corrupção passiva praticados por auditores fiscais agropecuários em nove estados – entre ele Minas Gerais, Paraná, São Paulo, Santa Catarina, Goiás, Mato Grosso, Pará, Rio Grande do Sul e Rio de Janeiro – é alvo da 4ª fase da Operação Carne Fraca.

MG - PF cumpre 68 mandados de busca e apreensão em Mina Gerais e mais 8 estados
MG – PF cumpre 68 mandados de busca e apreensão em Mina Gerais e mais 8 estados

 

Batizada de Romanos, a operação desta terça-feira com 280 agentes para cumprir 68 mandados de busca e apreensão nos estados. As medidas cautelares foram expedidas pela 1ª Vara Federal de Ponta Grossa, no Paraná.

De acordo com a  Polícia Federal, os policiais contam com a colaboração espontânea de grupo empresarial do ramo alimentício que teria sido beneficiado pelo esquema.

A Polícia Federal informou ainda que a  investigação aponta para o uso de  R$ 19 milhões para pagamentos indevidos de planos de saúde e contratos fictícios firmados com pessoas jurídicas que representavam o interesse dos fiscais.

De acordo com a Polícia Federal, o inquérito tem como base a colaboração do grupo alimentício, que indicou que ao menos 60 auditores teriam recebido propinas.

Os valores eram pagos em espécie, por meio do custeio de planos de saúde e até mesmo por contratos fictícios firmados com pessoas jurídicas, diz a PF.

A corporação indicou ainda que o esquema teria sido interrompido em 2017, quando o grupo passou por uma reestruturação interna. Segundo a PF, o nome da operação faz referência a passagens bíblicas do Livro de Romanos, “que tratam de confissão e Justiça”.

Aviso

  • Nossos editores/colunistas estão expressando suas opiniões sobre o tema proposto e esperamos que as conversas nos comentários de artigos do JORNAL MONTES CLAROS sejam respeitosas e construtivas.
  • Os espaços de comentários em nossos artigos são destinados a discussões, debates sobre o tema e críticas de ideias, não as pessoas por trás delas. Ataques pessoais não serão tolerados de maneira nenhuma e nos damos ao direito de ocultar/excluir qualquer comentário ofensivo, difamatório, preconceituoso, calunioso ou de alguma forma prejudicial a terceiros, assim como textos de caráter promocional e comentários anônimos (sem nome completo e/ou e-mail válido)
 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *