Semana Global do Empreendedorismo - CLIQUE AQUI

Últimas Notícias
Turbo Pesquisa - CLIQUE AQUI PARA MIAS INFORMAÇÕES
Inicio » Mais Seções » Tecnologia » Golpe que oferece falso empréstimo pelo WhatsApp cresce quase 200%

Golpe que oferece falso empréstimo pelo WhatsApp cresce quase 200%

Golpe que oferece falso empréstimo pelo WhatsApp cresce quase 200%

O golpe que oferece falsos empréstimos pelo WhatsApp cresceu 198% nos últimos dois anos, de acordo com levantamento realizado pelo Reclame Aqui. Embora não seja novidade no mensageiro, este tipo de abordagem fraudulenta ganhou uma nova roupagem em 2019. Com o aumento no número das chamadas fintechs — startups de tecnologia que prestam serviços financeiros — no mercado de crédito online, criminosos passaram a usar o nome dessas empresas como isca para atrair possíveis vítimas.

Golpe que oferece falso empréstimo pelo WhatsApp cresce quase 200%
Golpe que oferece falso empréstimo pelo WhatsApp cresce quase 200%

 

Para se ter uma ideia do tamanho do problema, só nos nove primeiros meses de 2019, foram registradas 683 reclamações deste tipo de golpe, número que quase alcança a contabilização no ano de 2018, que somou 692 ocorrências. Em 2017, por sua vez, foram 350 queixas.

Como funciona?

A falsa oferta de empréstimo diz oferecer inúmeras facilidades, como dinheiro rápido em grandes quantias ou com taxas de juros baixas. Apesar dos diferentes atrativos usados para enganar as vítimas, é possível traçar um perfil da aplicação do golpe.

“O caminho é sempre o mesmo: a pessoa recebe no WhatsApp uma mensagem se fazendo passar por uma fintech informando que há um limite de crédito pré-aprovado disponível. Contudo, é exigido que se faça um depósito antecipado. Já é um claro sinal de tentativa de golpe”, explica Débora Cipolli, diretora de riscos da Noverde, empresa especializada em crédito online para as classes C e D.

Como evitar cair no golpe

Em primeiro lugar, jamais clique em links enviados por desconhecidos que anunciam ofertas de empréstimo. Redobre a atenção a propostas muito atrativas e que peçam um depósito antecipado como “taxa de conveniência” para liberar um valor pré-aprovado. Essa prática não é usual entre bancos ou fintechs.

Além disso, é importante ter controle sobre quais formulários com pedidos de crédito você preencheu. Desconfie de mensagens que indiquem que seu crédito foi aprovado junto a empresas com as quais você não tenha um relacionamento. Ainda assim, se tiver interesse na oferta, entre em contato pelos telefones disponíveis nas páginas oficiais da companhia para confirmar a veracidade da proposta de empréstimo.

Por último, lembre-se que, se a mensagem vier com muitos erros gramaticais ou se o atendimento for muito informal — com áudios de WhatsApp, por exemplo —, há uma grande probabilidade de ser um golpe.

Fonte: Techtudo

Aviso

  • • Nossos editores/colunistas estão expressando suas opiniões sobre o tema proposto e esperamos que as conversas nos comentários de artigos do JORNAL MONTES CLAROS sejam respeitosas e construtivas.
  • • Os espaços de comentários em nossos artigos são destinados a discussões, debates sobre o tema e críticas de ideias, não as pessoas por trás delas. Ataques pessoais não serão tolerados de maneira nenhuma e nos damos ao direito de ocultar/excluir qualquer comentário ofensivo, difamatório, preconceituoso, calunioso ou de alguma forma prejudicial a terceiros, assim como textos de caráter promocional e comentários anônimos (sem nome completo e/ou e-mail válido)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *