Casa das Apostas Online Betway

Últimas Notícias

SAIBA MAIS AQUI - FAÇA CLICK

MG – Copasa anuncia medidas para regularizar situação de inadimplentes

MG – Copasa anuncia medidas para regularizar situação de inadimplentes

MG – Aproximadamente 31 mil clientes da Companhia de Saneamento de Minas Gerais (Copasa) tiveram abastecimento hídrico suspenso, por conta do não pagamento de faturas referentes aos últimos meses de 2019. O corte é um empecilho para a adoção de uma recomendação básica e eficiente na contenção da proliferação do novo coronavírus: lavar bem as mãos e os punhos. 

MG - Copasa anuncia medidas para regularizar situação de inadimplentes
MG – Copasa anuncia medidas para regularizar situação de inadimplentes

Agora, para facilitar a regularização daqueles que estão inadimplentes, de forma que voltem ter acesso à água, a Copasa anunciou uma série de novas medidas nesta sexta-feira (24) – entre elas, foram estabelecidos novos prazos para suspensão de abastecimento e foram criadas condições especiais para renegociação de débitos.

Em relação à renegociação, clientes mais vulneráveis, aqueles que são beneficiados com a tarifa social, podem, com a nova proposta, acertar seus débitos com uma entrada de apenas 0,5% do débito e o restante pode ser parcelado em até 36 meses, sem juros. Para as demais categorias, o valor da entrada será de 5% do total do débito ou o valor de uma fatura média dos últimos 12 meses, e o restante parcelado em até 24 parcelas, com juros de 0,5%. Antes, os débitos eram parcelados em até 24 vezes, com uma entrada de 20% do valor da fatura e juros de 1% ao mês.

Além disso, mesmo que inadimplentes, os mais vulneráveis não terão serviço de distribuição suspenso até 30 de maio. O prazo pode ser prorrogado caso a crise se mantenha.

“A companhia e o governo seguirão avaliando e, se for preciso, estes prazos poderão ser ampliados. A Copasa, buscando proporcionar o retorno do abastecimento de água para seus clientes, criou condições específicas para este período da pandemia do Coronavírus, que, a princípio, serão válidas até o final de maio de 2020”, assegura Carlos Eduardo Tavares de Castro, presidente da empresa.

“A empresa trabalhou para estabelecer facilitadores para que os débitos fossem quitados e incentivar os clientes inadimplentes a regularizar a situação deles”, expôs, dizendo que o aumento da inadimplência pode criar custos extras aos demais clientes. Ele lembra, ainda, que “a suspensão do fornecimento de água é o último recurso da companhia para alertar os inadimplentes”, disse.

Antes da interrupção, “a Copasa dialoga com o cliente por meio de ligações telefônicas, mensagem de texto e e-mail. A suspensão só é executada em 75 dias, após o vencimento da conta”, explicou Castro, reforçando que os valores pagos mensalmente pelos clientes são a única fonte de receita da empresa.

Em comunicado, a Copasa informa que as decisões foram construídas em alinhamento ao governo de Minas e com anuência da Agência Reguladora dos Serviços de Abastecimento de Água e de Esgotamento Sanitário de Minas Gerais (Arsae-MG).

Veja quais são as novas condições para negociação dos débitos

  • Clientes beneficiários da Tarifa Social: não terão o abastecimento suspenso até a data de 30/05/2020, incluindo a não cobrança de juros e multas de faturas vencidas e não pagas até a mesma data.
  • Os débitos dos clientes da Tarifa Social poderão ser parcelados em até 36 meses, com entrada de 5% ou o valor de uma fatura média dos últimos 12 meses (o que for menor).
  • Para as demais categorias (residencial, comercial, industrial e pública), o valor da entrada passará para 5% do total do débito ou a média dos últimos 12 meses, e o restante parcelado em até 24 parcelas, com juros de 0,5%.
  • Clientes comerciais dos ramos de atividades abrangidas pelo Decreto Municipal nº 17.304 de Belo Horizonte, Decreto Estadual nº 47.886/2020 e pelas Deliberações do Comitê Extraordinário Covid-19, de 22 de março de 2020, cujas faturas venceram a partir do dia 21/04 a 30/05/2020, terão prazo de vencimento postergado para 30/06/2020;
  • Clientes que receberam o aviso de suspensão do abastecimento de água entre os dias 21/03 a 30/04/2020 terão o prazo para pagamento prorrogado até 30/05/2020;
  • Clientes com fornecimento de água suspenso deverão quitar suas faturas e entrar em contato com a Copasa por meio da central telefônica (número 115) ou pela Agência Virtual no site: www.copasa.com.br e solicitar o restabelecimento do fornecimento de água.

Aviso

  • • Nossos editores/colunistas estão expressando suas opiniões sobre o tema proposto e esperamos que as conversas nos comentários de artigos do JORNAL MONTES CLAROS sejam respeitosas e construtivas.
  • • Os espaços de comentários em nossos artigos são destinados a discussões, debates sobre o tema e críticas de ideias, não as pessoas por trás delas. Ataques pessoais não serão tolerados de maneira nenhuma e nos damos ao direito de ocultar/excluir qualquer comentário ofensivo, difamatório, preconceituoso, calunioso ou de alguma forma prejudicial a terceiros, assim como textos de caráter promocional e comentários anônimos (sem nome completo e/ou e-mail válido)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *