Empréstimo Consignado para aposentados, pensionistas do INSS

Últimas Notícias
Casa das Apostas Online Betway

Norte de Minas – Pequenos produtores de aves são assistidos pelo Programa ATeG em Porteirinha

Norte de Minas – Pequenos produtores de aves são assistidos pelo Programa ATeG em Porteirinha

Norte de Minas – Iniciado há pouco mais de dois meses, no município de Porteirinha, o Programa ATeG/Avicultura Básica do Sistema Faemg/Senar Minas em parceria com o Sindicato dos Produtores Rurais está atendendo 30 produtores na atividade produtiva de frango caipira. O objetivo é adaptar as novas necessidades do produtor e levar assistência em gestão e técnicas de produção, oferecendo vantagens competitivas, incremento de renda e adaptação a novas tecnologias para obterem um produto de qualidade.

Norte de Minas - Pequenos produtores de aves são assistidos pelo Programa ATeG em Porteirinha
Norte de Minas – Pequenos produtores de aves são assistidos pelo Programa ATeG em Porteirinha

Segundo o técnico de Campo Hary Brener Viana da Paixão, as orientações repassadas nas visitas técnicas já ajudaram os produtores a melhorarem as condições de sanidade, manejo e nutrição. Esses  três pilares são muito importantes na criação de aves.

“Também já foi possível corrigir algumas coisas, como separação das aves de outros animais, e por idade, melhoria no controle das vacinações, evitando assim a propagação de doenças e alternativas na produção da alimentação das aves, usando o Guandú, Moringa e Sorgo. Reduzindo os custos de produção, ofertando assim, galinhas, ovos e frangos de maior qualidade para o consumidor” disse.

Ainda segundo o técnico de campo do Sistema Faemg/Senar Minas, os produtores estão muito animados e satisfeitos com a assistência, pois estão vendo os resultados acontecerem com a aplicação dos novos conhecimentos e técnicas.  As visitas são mensais e o acompanhamento é individualizado, o que contribui para um melhor desempenho dos produtores na atividade. “Nosso objetivo é facilitar a vida do produtor, fazendo com  que a atividade se torne uma fonte de renda da propriedade”. Este modelo de assistência passa por um processo educativo, onde há a troca de experiências entre técnico e produtor.

Jackson Joaquim de Oliveira, proprietário da fazenda Cedro em Porteirinha, é um dos participantes do ATeG/Avicultura. Como todos os participantes do programa, ele recebe acompanhamento  individualizado, o que contribui para um melhor desempenho na atividade.  Recebeu a segunda visita técnica, realizada uma vez ao mês, e já está colocando em prática as recomendações do técnico.  Adaptando a infraestrutura das instalações para a recepção de novos lotes de frango caipira, que serão criados nos sistemas de produção orgânicos.

Por Cecília Oliveira 

Quer saber as notícias do Jornal Montes Claros em primeira mão? Siga-nos no Facebook @jornamoc, Twitter @jornalmoc e Instagram @jornalmoc.