Casa das Apostas Online Betway

Últimas Notícias

SAIBA MAIS AQUI - FAÇA CLICK

Coluna do Edson Andrade – Tudo o que acontece

Coluna do Edson Andrade – Tudo o que acontece

“E tudo que foi dor um dia/ no outro será dia de continuar

            Caminhando sob o sol/ até o amor se reinventar

            Vida que a gente aprende/ Tudo o que acontece de ruim

            é para melhorar/  é para melhorar.”

 

                        Parodiando o compositor e intérprete Paulinho Moska – eu que imaginava a construção poético-filosófica como autoria de um grande pensador grego ou romano – é momento assaz oportuno para algumas deliberações reflexivas. Que sabor agro nessas agruras escabrosas e íngremes estamos vivendo? Tudo o que acontece de ruim, verdadeiramente, é para melhorar?

            Já não tínhamos um país harmônico e crescendo em direção ao pico fundamental do Produto Interno Bruto. Já não ostentávamos nosso verde e amarelo com o proverbial ufanismo que nos é característico. Nosso orgulho patriota se perdia a cada derrapada dos destinos dos duzentos milhões de incautos, parcela significativa apostando no sonho de um norte e coexistindo em pesadelo sem parâmetro na história. Cabisbaixos e tristes é o que estamos; nosso melhor desenho, nossa caricatura sem a menor graça.

            O denominado SARS Covid 2 atropelou o que restava de uma esperança. Milhares de mortos atestam a tragédia e nos transformamos em prisioneiros dos nossos próprios lares. Há algo a ser aproveitado desse momento tão cinéreo?

            A campainha toca estridentemente e vou ao portão receber um agente sanitário da Prefeitura Municipal. Ele entra, observa, abre tampas sem as devidas telas e constata a presença de dezenas de ovos e larvas. Estão ali novas ameaças de eclosão do terrível Aedes Aegypti, logo em residência dantes tão cuidada, mas agora mergulhada no temor singular de um vírus que mata, sem prazo, inelutavelmente.

            Tudo o que acontece de ruim é para melhorar. Água quente, produtos químicos, cuidados ultimados emergencialmente e aqui estamos de volta à realidade: não apenas o coronavírus; continuamos assaltados por agentes outros mortais e incapacitantes, mas estávamos adormecidos no pesadelo de um nano inimigo de inexorável letalidade.

            As ameaças habitam nosso sonho de sobrevivência e nem nos damos conta disso. Não raros são os milhões que se desmascaram para a realidade do país, em cujo planalto central habita vírus maior e resistente às vacinas tradicionais. Eles ignoram o valor Brasil, o valor vida, o valor coerência, racionalidade, humanidade, inteligência. E se deixam infectar por todos os agentes políticos e virais que nos assolam e nos querem o pior destino.

Edson Andrade
Edson Andrade

Aviso

  • • Nossos editores/colunistas estão expressando suas opiniões sobre o tema proposto e esperamos que as conversas nos comentários de artigos do JORNAL MONTES CLAROS sejam respeitosas e construtivas.
  • • Os espaços de comentários em nossos artigos são destinados a discussões, debates sobre o tema e críticas de ideias, não as pessoas por trás delas. Ataques pessoais não serão tolerados de maneira nenhuma e nos damos ao direito de ocultar/excluir qualquer comentário ofensivo, difamatório, preconceituoso, calunioso ou de alguma forma prejudicial a terceiros, assim como textos de caráter promocional e comentários anônimos (sem nome completo e/ou e-mail válido)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *