Últimas Notícias

Montes Claros – O Prefeito de Montes Claros, aumenta toque de recolher e proíbe venda de bebidas alcoólicas

Montes Claros – O Prefeito de Montes Claros, aumenta toque de recolher e proíbe venda de bebidas alcoólicas

Montes Claros – O Prefeito de Montes Claros,  Huberto Souto (Cidadania), publicou nesta quarta-feira (3), um novo decreto de número 4181, que aumenta toque de recolher e proibe a venda de bebidas alcoólicas na cidade em resposta ao crescimento do contágio pela Covid-19, que deixa os hospitais da cidade lotados. A medida é válida até 22 de março.  

Montes Claros - O Prefeito de Montes Claros, aumenta toque de recolher e proíbe venda de bebidas alcoólicas
Montes Claros – O Prefeito de Montes Claros, aumenta toque de recolher e proíbe venda de bebidas alcoólicas Ilustrativa

 

Além disso, o toque de recolher, em vigor desde o dia 25 de fevereiro, foi intensificado. Agora, apenas atividades essenciais podem funcionar entre 20 e 5h (antes, ele se iniciava às 22h30). Também está proibida a circulação de pessoas e veículos entre 20h30 e 5h, inclusive com paralisação dos serviços de transporte coletivo urbano entre 20h15 e 5h, para embarque de passageiros. Bares, restaurantes e similares não podem funcionar entre 18h e 6h (também estão proibidos de abrirem aos sábados e domingos para funcionamento no estabelecimento) e supermercados devem encerrar as atividades até as 19h.

Outras atividades estão suspensas no período, incluindo academias e cultos com público.

Até essa terça-feira, Montes Claros contabilizava 300 mortos pela doença e 19.304 casos confirmados. A taxa de ocupação de leitos clínicos SUS chegou a 97%, e a de UTI adulto SUS é de 89%. Um dia antes, ambas as taxas estavam em 88%. A de ocupação dos leitos clínicos de convênio/particular está de 67%.

Vacina e aulas

Anteriormente prevista para dia 4 de março, a volta às aulas presenciais na cidade foram adiadas também para  22 de março .

Nesta quarta-feira, 3, Montes Claros inicia a vacinação do grupo prioritário de 80 anos ou mais. São 4.710 idosos com idade entre 80 e 84 anos que passam a ser incluídos na programação da imunização.

Leia o decreto na integra CLICANDO AQUI