Últimas Notícias

Profissionais de enfermagem tentam garantir assistência individualizada e segura a pacientes na pandemia

São Paulo, SP 23/8/2021 – O enfermeiro executa procedimentos simples ou complexos, proporcionando conforto, como, por exemplo, o alívio da dor da covid-19 ou uma simples escuta

Os enfermeiros são responsáveis pelo bem-estar do paciente com covid-19 e por fazer com que se sinta o mais confortável possível durante a passagem no hospital

Com o advento da pandemia da covid-19, o profissional de enfermagem ganhou ainda mais força e visibilidade em todo o mundo, pela batalha contra o vírus e o cuidado com os pacientes, segundo o Observatório de Segurança e Saúde no Trabalho. De acordo com Conselho Federal de Enfermagem – Cofen, os profissionais são responsáveis por 60% a 80% do total das ações na atenção básica, que é o primeiro contato do paciente com o sistema de saúde, e aproximadamente 90% das ações de saúde em geral, demonstrando a relevância dos enfermeiros e como é fundamental para garantir que todos recebam o tratamento adequado.

O profissional de enfermagem exerce papel fundamental dentro da equipe multidisciplinar em saúde. Isso ficou evidente nos atuais tempos de pandemia, onde a demanda pelo serviço de saúde é crescente e tem sido de grande importância na construção de uma assistência especializada ao cuidado do paciente crítico infectado pelo novo coronavírus, afirma Cristilene Bispo Galvão, graduada em Enfermagem, com especialização em UTI Neonatal e Pediátrica.

A relevância do enfermeiro e demais membros da equipe de enfermagem é evidenciada em toda a atuação, diz Cristilene, desde a entrada do paciente até saída, a qual favorece uma melhor recuperação e redução da mortalidade. “O profissional de enfermagem tem compromisso com a vida, e é quem acolhe e passa mais tempo acompanhando o paciente, atento a todas as alterações, relata a enfermeira, que tem cursos de Ventilação Mecânica Avançada, Neonatologia, Atenção Humanizada ao Recém-Nascido de Baixo Peso, Método Canguru, entre outros.

Conforme a especialista, o setor de enfermagem trabalha em todas as áreas da saúde, atuando desde o nascimento de uma criança e durante as diversas fases da vida. No contexto hospitalar, é a equipe com maior número de profissionais entre todas outras categorias, com a essência de cuidar do indivíduo e intuito de oferecer uma assistência individualizada, segura e com o propósito de favorecer com que retorne as atividades com uma melhor qualidade de vida, e curado.

Segundo o Conselho Federal de Enfermagem, no Brasil existem mais de 2 milhões de profissionais de enfermagem dentre esses, 86,2% são mulheres. De acordo com uma pesquisa divulgada pelo Observatório de Segurança e Saúde no Trabalho, em 2020, 21 mil desses trabalhadores foram infectados pela Covid-19 enquanto cuidavam dos pacientes.

“O profissional de enfermagem é quem de forma mais imediata atende às necessidades de cada paciente, estando em vigilância a todo o momento, durante 24 horas. O enfermeiro executa procedimentos simples ou complexos, proporcionando conforto, como, por exemplo, o alívio da dor da covid-19 ou uma simples escuta. Essa é a enfermagem que faz a diferença na vida das pessoas, principalmente em uma pandemia que estamos vivendo”, conclui Cristilene Galvão.

Website: https://www.linkedin.com/in/cristilene-galv%C3%A3o-b6a3368b/