Últimas Notícias

No Metaverso, Daiane dos Santos fala com jovens e incentiva representatividade

Ribeirão Preto, SP 11/4/2022 – Precisamos entender que o que fazemos não é apenas para nós mesmos. Quando desistimos, desistimos também de todas as pessoas que se envolveram em nossa causa.

Em palestra no Metaverso, campeã mundial Daiane dos Santos levou seu exemplo de vida para o lançamento do projeto “Respeite [email protected]”, idealizado pelo ICEC – Instituto Cory de Educação e Cultura. A ex-ginasta falou com jovens sobre desafios e bullyng, além de incentivar a busca pela representatividade e a resistência.

A ex-ginasta olímpica brasileira e campeã mundial, Daiane dos Santos, participou de palestra realizada no ambiente Metaverso, marcando o lançamento do projeto “Respeite [email protected]”, idealizado pelo ICEC – Instituto Cory de Educação e Cultura. A ação aconteceu nesta sexta-feira, dia 08 de abril, com a participação de jovens estudantes de 13 a 15 anos, da cidade de Arceburgo/MG. Os próprios alunos e professores do ICEC conduziram a palestra com Daiane, que através da ferramenta, interagiu com os participantes.

Daiane trouxe várias mensagens de incentivo aos adolescentes e destacou que é preciso representatividade e resistência para conquistar sonhos. “A representatividade significa presença. É preciso estar presente o tempo todo, desistir jamais. A resistência faz com que as outras pessoas acreditem em nossos sonhos junto conosco. Mesmo diante das dificuldades, amamos tanto o que fazemos e isso não nos deixa desistir”, pontua. “Precisamos entender que o que fazemos não é apenas para nós mesmos. Quando desistimos, desistimos também de todas as pessoas que se envolveram em nossa causa”, completa.

Empoderamento feminino

Depois de contar sua história de infância e apontar várias mulheres que admira, especialmente sua avó e mãe, Daiane destacou a importância de a mulher ser a dona de sua própria história. “Que elas nunca deixem outras pessoas serem protagonistas de suas próprias vidas. E para estarmos fortalecidas, sempre termos ao nosso lado pessoas que nos motivam, inspiram e que nos estimulam”, define.

On-line

Sobre internet e redes sociais, Daiane considera que há muitas situações e experiências positivas, como a palestra no Metaverso, entretanto pondera que muitas pessoas aproveitam deste canal de comunicação para agredir. “Algumas delas não fazem apenas uma crítica, querem simplesmente nos machucar, nos massacrar. Ninguém tem esse direito. É muito legal quando olhamos ao nosso redor e vemos que temos pessoas que nos amam. Por que olhamos para aquela que não nos respeitam? É preciso dar atenção a quem se importa conosco”, reflete.

Bullying e haters  

A ex-ginasta ainda trouxe o bullying e a ação de haters para a discussão. “Sempre existiram. Mas, hoje tudo é mais rápido, imediato. Precisamos estar focados em pessoas positivas em nossa vida. E não esquecermos que temos uma rede de apoio: nossos pais, professores e pessoas do convívio social que podem nos ajudar quando alguma atitude de alguém nos incomoda. Tudo se torna mais fácil quando encontramos apoio”, completa.   

Sonhos

Depois de uma passagem cheia de conquistas pelo esporte, hoje Daiane atua como gestora em seu projeto “Brasileirinhos”, que atende crianças e adolescentes na cidade de São Paulo. O programa tem como princípio o esporte educacional alinhado às demandas sociais dos participantes. Para meninas e mulheres que sonham em ser como a campeã olímpica mundial, ela aconselha: “É possível concretizar sonhos e aproveitar as oportunidades educacionais. A escola abre uma gama de possibilidades para o caminho do bem. É preciso trabalhar, acreditar, pois não é fácil, mas tenho certeza que cada um aqui pode seguir em frente e conquistar seus sonhos”, declara.

Daiane ainda comentou o cenário olímpico brasileiro e disse estar orgulhosa pelo fato de, na última Olimpíadas, as atletas femininas representarem 49% da delegação brasileira, e acredita que a participação da mulher ainda crescerá mais.  À frente do “Brasileirinho” ela diz: “Hoje quero ganhar medalhas na vida, como educadora, como mulher! Colaborar com temas que ajudem o mundo. Não penso em ser referência, mas ser exemplo positivo na vida de cada um e fazer o melhor que posso. Espero ser uma pessoa com estratégias de condução para mulheres trabalhadoras seguirem seus ideais de vida”, conclui.

Respeite [email protected]

O “Respeite [email protected]” nasceu com o objetivo de difundir e conscientizar sobre o respeito à liberdade das pessoas – principalmente das meninas – de serem o que desejam, sem rótulos. O maior objetivo é a defesa de uma causa: o respeito às meninas. O projeto, idealizado pelo Instituto Cory de Educação e Cultura (ICEC), acredita e difunde força do empoderamento feminino.   

Website: https://institutocory.com.br/