Inicio » Últimas » MG – Marido mata companheira a facadas e pauladas

MG – Marido mata companheira a facadas e pauladas

Um homem de 48 anos matou a companheira a pauladas e facadas, na madrugada desse domingo (14), em Setubinha, no Vale do Mucuri. Um homem que estava no imóvel da vítima também foi esfaqueado. O motivo do crime pode ser passional.

Marinete Aparecida Gomes Alves
Marinete Aparecida Gomes Alves

Segundo o boletim de ocorrência da Polícia Militar, uma equipe foi acionada na policlínica da cidade informando que um jovem de 29 anos tinha dado entrada na unidade de atendimento com cinco golpes de faca. Em contato com a vítima, militares descobriram que Marinete Aparecida Gomes Alves, de 43, havia sido assassinada em casa.

Policiais deslocaram até a rua Antônio Eugênio Rocha, no bairro Ambrosina, onde encontraram a dona de casa sem vida. Na residência, a corporação fez contato com um outro jovem de 27 anos. Ele contou que estava deitado em um dos quartos quando escutou Marinete gritar por socorro em outro cômodo. Nesse momento, ele tentou abrir a porta, mas percebeu que ela estava trancada.

Minutos depois, a dona de casa saiu correndo toda ensanguentada. O jovem percebeu que o outro homem também estava ferido. Devido à gravidade dos ferimentos, a vítima de 29 anos foi encaminhada a um hospital de Malacacheta.

Durante rastreamento, policiais localizaram o suspeito em uma estrada de terra. Ele estava caído ao lado do seu carro e teria tentado se matar. O agressor foi encaminhado a um hospital de Teófilo Otoni, onde segue internado sob escolta policial.

Ainda conforme a polícia, o bandido deixou uma carta de 12 páginas contando por qual motivo cometeu os crimes. No entanto, o conteúdo do documento não foi divulgado. A ocorrência foi encerrada na 6ª Delegacia de Malacacheta.

Mulher morreu no portão da casa – Foto: Cedida pelo Instituto Médico Legal de Teófilo Otoni
Mulher morreu no portão da casa – Foto: Cedida pelo Instituto Médico Legal de Teófilo Otoni

Aviso: Nossos editores/colunistas estão expressando suas opiniões sobre o tema proposto e esperamos que as conversas nos comentários de artigos do JORNAL MONTES CLAROS sejam respeitosas e construtivas.Os espaços de comentários em nossos artigos são destinados a discussões, debates sobre o tema e críticas de ideias, não as pessoas por trás delas. Ataques pessoais não serão tolerados de maneira nenhuma e nos damos ao direito de ocultar/excluir qualquer comentário ofensivo, difamatório, preconceituoso, calunioso ou de alguma forma prejudicial a terceiros, assim como textos de caráter promocional e comentários anônimos (sem nome completo e/ou e-mail válido)



Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *