Empréstimo Consignado para aposentados, pensionistas do INSS

Últimas Notícias
Casa das Apostas Online Betway

MG – Moradores de Curvelo reclamam de água com ‘barro’ saindo das torneiras

MG – Moradores de Curvelo reclamam de água com ‘barro’ saindo das torneiras

Quando a comerciante Claudiane da Costa Veiga, de 42 anos, foi lavar roupas na manhã desse domingo (14), na residência onde mora em Curvelo, na região Central do Estado, teve uma surpresa desagradável: a água que saia da torneira estava suja e apresentava uma coloração marrom. Indignada, ela gravou um vídeo mostrando a água poluída fornecida pela Companhia de Saneamento de Minas Gerais (Copasa) e publicou no Facebook.

MG - Moradores de Curvelo reclamam de água com 'barro' saindo das torneiras
MG – Moradores de Curvelo reclamam de água com ‘barro’ saindo das torneiras

 

“Nunca vi uma água tão suja na minha vida”, comentou Claudiane. “Há 15 dias a água da minha casa estava meio amarelada, mas no domingo veio daquele jeito, parecia ferrugem”, completou.

Minutos depois da publicação na rede social, Claudiane descobriu que diversos outros moradores do município também foram afetados. “O vídeo ganhou repercussão. As pessoas foram compartilhando e vários casos apareceram. Foram vários bairros. Praticamente a cidade toda teve problema com a água”, ressaltou.

A moradora Beatriz Tinoco, por exemplo, não teve a mesma sorte da vizinha Claudiane, que viu a água suja antes de começar a lavar as roupas. Em um vídeo, ela mostra que as peças que estavam na máquina de lavar ficaram manchadas.

Diante dos casos relatados pelos moradores, a prefeitura de Curvelo notificou a Copasa nesta segunda-feira (15) e cobrou da companhia um esclarecimento sobre as causas da água poluída, possíveis riscos à população e quais providências serão tomadas. A administração municipal deu um prazo de cinco dias para que a companhia responda à notificação.

Segundo a assessoria de imprensa da prefeitura, a Copasa disse que a água apresentou uma coloração turva porque o abastecimento precisou ser interrompido para manutenção e alguns rejeitos, não prejudiciais à saúde – de acordo com a companhia -, vieram junto à água de algumas casas logo após o procedimento. O que, ainda conforme a Copasa, acontece normalmente.

Areportagem procurou a Copasa no início da noite desta segunda, por telefone, mas a companhia ainda não respondeu às solicitações da reportagem.

Segundo Claudiane, a água voltou ao normal ainda no domingo depois que ela deixou todas as torneiras da casa aberta durante horas. No mesmo dia, ela solicitou à companhia uma visita técnica. “A Copasa só chegou a minha casa horas depois que fiz o pedido e a água já tinha voltado ao normal. O funcionário não quis nem entrar para ver o que tinha acontecido , nem se importou em ver o estado da água”, reclama.

Veja: