Vaga no Bolso
Inicio » Minas Gerais » Centro de Minas » Homem que estuprou e matou menina em Buenópolis é condenado a 36 anos de prisão

Homem que estuprou e matou menina em Buenópolis é condenado a 36 anos de prisão

Homem que estuprou e matou menina em Buenópolis é condenado a 36 anos de prisão

Jairo Lopes, de 44 anos, foi condenado nesta quinta-feira (19/04/2018) a 36 anos de prisão por estuprar e matar Rayane Aparecida Cândida, em Buenópolis, na região Central do Estado. O crime foi em 2016, quando a menina tinha 10 anos. 

Jairo Lopes, de 44 anos, foi condenado a 36 anos de prisão
Jairo Lopes, de 44 anos, foi condenado a 36 anos de prisão

 

O autor, que já estava preso no Presídio José Martinho Drumond, em Ribeirão das Neves, na Região Metropolitana de Belo Horizonte, cumprirá pena pelos crimes de estupro de vulnerável, homicídio triplamente qualificado e ocultação de cadáver.

Entenda o caso

Em junho de 2016 a menina saiu de casa, na localidade de Siriema, a 30 quilômetros da área urbana da cidade, para pegar um ônibus que a levaria à escola, em Salobro, também na zona rural. De acordo com o processo, ela foi rendida por Jairo, que armado de uma faca, estuprou e matou a menina numa mata. O corpo só foi encontrado após a prisão, quando o acusado indicou aos militares onde havia escondido. Ela tinha marcas de violência e o corpo estava sem o coração.

Aviso: Nossos editores/colunistas estão expressando suas opiniões sobre o tema proposto e esperamos que as conversas nos comentários de artigos do JORNAL MONTES CLAROS sejam respeitosas e construtivas.O espaço de comentários em nossos artigos é destinado a discussões, debates sobre o tema e críticas de ideias, não às pessoas por trás delas. Ataques pessoais não serão tolerados de maneira nenhuma e nos damos ao direito de ocultar/excluir qualquer comentário ofensivo, difamatório, preconceituoso, calunioso ou de alguma forma prejudicial a terceiros, assim como textos de caráter promocional e comentários anônimos (sem nome completo e/ou email válido).

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *