Inicio » Mais Seções » Tecnologia » Nova pesquisa revela: os vídeos sobre cirurgia plástica do YouTube não estão dizendo a verdade!

Nova pesquisa revela: os vídeos sobre cirurgia plástica do YouTube não estão dizendo a verdade!

Nova pesquisa revela: os vídeos sobre cirurgia plástica do YouTube não estão dizendo a verdade!

Nova pesquisa revela: os vídeos sobre cirurgia plástica do YouTube não estão dizendo a verdade!

 

No mundo de hoje, os cuidados com a beleza estão recebendo cada vez mais enfoque, sejam em qual forma for. Tanto que diversos vídeos e postagens surgem na internet todos os dias, com diversos tipos de informações sobre procedimentos estéticos ou corretivos, tipos de exercício e dietas milagrosas.

Mas acontece que nem sempre essas informações são verdadeiras! E isso não acontece apenas no mundo fitness, com segredos que prometem ser a resolução de todos os seus problemas e te fazer perder 15 quilos em um mês.

As cirurgias plásticas também são alvo de muita desinformação. E agora nós possuímos inclusive comprovação científica para o fato!

A ciência comprova que os vídeos que vemos na internet são mentira!

Uma pesquisa feita pela Universidade de Rutgers, localizada em Nova Jersey, nos Estados Unidos, descobriu que a maioria dos vídeos presentes no YouTube sobre cirurgia plástica, principalmente sobre procedimentos que envolvem aprimoramentos faciais contém informações enganosas!

Os vídeos são ou sensacionalistas demais, ou deixam de lado informações importantes para o paciente, que dizem respeito aos riscos dos procedimentos, às suas indicações, ou mesmo aos resultados esperados após a realização dos mesmos.

Além disso, poucos vídeos encontrados possuíam de fato a opinião de um especialista, ou embasamento científico por trás das informações divulgadas.

A pesquisa foi realizada com algumas palavras chave envolvendo procedimentos faciais como blefaroplastia, otoplastia, preenchimento facial, preenchimento labial, rinoplastia, dentre outras.

Apesar do foco nos procedimentos faciais que foi dado à esse trabalho, podemos extrapolar esse resultado para diversos outros procedimentos relacionados tanto á cirurgia plástica quanto à cirurgia estética.

Se informe nos lugares corretos

Como existe muita desinformação por ai, fundamental que, ao pensar em fazer qualquer procedimento cirúrgico, você deve procurar informações de fontes seguras, como diretamente nas clínicas dos médicos capacitados para os procedimentos, ou sites médicos.

Os profissionais que realizam os procedimentos são os mais qualificados para fornecer informações seguras e precisar e esclarecer suas dúvidas.

Se você deseja um procedimento bem feito, que realmente tenha resultados, e sem efeito indesejados na sua aparência e na sua saúde, mesmo que seja uma simples colocação de prótese de silicone, se informe antes de tudo, e fuja dos vídeos do YouTube!

Baseado na matéria: Rutgers University. “YouTube is source of misinformation on plastic surgery: The first study to evaluate videos on facial plastic surgery procedures finds most are misleading.” ScienceDaily. ScienceDaily, 16 August 2018. <www.sciencedaily.com/releases/2018/08/180816142748.htm>

Artigo: Brittany Ward, Max Ward, Alexis Nicheporuck, Issa Alaeddin, Boris Paskhover. Assessment of YouTube as an Informative Resource on Facial Plastic Surgery Procedures. JAMA Facial Plastic Surgery, 2018 DOI: 10.1001/jamafacial.2018.0822

Aviso: Nossos editores/colunistas estão expressando suas opiniões sobre o tema proposto e esperamos que as conversas nos comentários de artigos do JORNAL MONTES CLAROS sejam respeitosas e construtivas.O espaço de comentários em nossos artigos é destinado a discussões, debates sobre o tema e críticas de ideias, não às pessoas por trás delas. Ataques pessoais não serão tolerados de maneira nenhuma e nos damos ao direito de ocultar/excluir qualquer comentário ofensivo, difamatório, preconceituoso, calunioso ou de alguma forma prejudicial a terceiros, assim como textos de caráter promocional e comentários anônimos (sem nome completo e/ou email válido).



Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *