Empréstimo Consignado para aposentados, pensionistas do INSS

Últimas Notícias
Casa das Apostas Online Betway

MG – CPI de Brumadinho realiza diligência em Barão de Cocais

MG – CPI de Brumadinho realiza diligência em Barão de Cocais

MG – A Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) de Brumadinho em Barão de Cocais, os parlamentares tiveram a oportunidade de ouvir as principais demandas das comunidades que vivem sob ameaça do rompimento da barragem da Vale – que se romper atingirá três municípios: Barão de Cocais, Santa Bárbara e São Gonçalo do Rio Abaixo.

MG - CPI de Brumadinho realiza diligência em Barão de Cocais
MG – CPI de Brumadinho realiza diligência em Barão de Cocais

 

Segundo informações dos moradores a empresa Vale tem a “intenção” de minerar o local após evacuada a área. Consideramos grave a denuncia que será investigada pela Comissão durante a realização dos trabalhos na Câmara dos Deputados. “Além de estar querendo entupir com lama, Socorro, Piteiras e Tabuleiro, a Vale vai bloquear a principal via de acesso aos povoados de André do Mato Dentro e Peixoto, tudo indica, que a Vale não quer ninguém passando perto de suas minas”, disse o porta – voz dos moradores de Cocais, Carlos Leal

Os moradores solicitam que a barreira de contenção seja construída acima da Comunidade de Socorro, com objetivo de protegê-la por ser a principal comunidade da cidade de Barão de Cocais, com 346 anos.

“Senhores deputados, em nome dos evacuados de Socorro, Vila do Gongo, Piteiras e Tabuleiro, pedimos que esta egrégia CPI, impetre no Poder Judiciário, ações que proíba a Vale de impedir o nosso direito de ir vir, que obrigue a nos Vale a Pagar a RENDA MÍNIMA, que obrigue a Vale a apresentar laudo sobre o nível de segurança da Barragem Sul Superior (porque não existe laudo), que obrigue a Vale a pagar os honorários dos nossos advogados sem teto limite, que obrigue a Vale a considerar a declaração de posse como válida para caso de indenização ou negociação, que obrigue a Vale a pagar o lucro cessante para aqueles que perderam suas fontes de renda, inclusive apicultores, comerciantes, produtores rurais, artesãos e outros”, morador de Cocais, Carlos Leal

A CPI foi instalada para apurar o rompimento da barragem de Brumadinho – que matou 243 pessoas, portanto os trabalhos foram ampliados diante da ameaça do rompimento de outras barragens no Estado de Minas Gerais.

Quer saber as notícias do Jornal Montes Claros em primeira mão? Siga-nos no Facebook @jornamoc, Twitter @jornalmoc e Instagram @jornalmoc.