Casa das Apostas Online Betway

Últimas Notícias
Curso - Fórmula da Eleição 2020
Inicio » Montes Claros » Montes Claros – Santa Casa de Montes Claros anuncia hospital do futuro, com duas torres, sendo uma com 31 andares e outra com 15

Montes Claros – Santa Casa de Montes Claros anuncia hospital do futuro, com duas torres, sendo uma com 31 andares e outra com 15

Montes Claros – Santa Casa de Montes Claros anuncia hospital do futuro, com duas torres, sendo uma com 31 andares e outra com 15

Montes Claros – A Santa Casa de Montes Claros anunciou em coletiva de imprensa, a construção do seu mais novo empreendimento: o hospital do futuro. Com investimento de R$ 220 milhões, o projeto prevê a construção de duas torres, sendo uma com 31 andares e outra com 15, que serão interligadas às instalações atuais da Instituição.

Montes Claros - Santa Casa de Montes Claros anuncia hospital do futuro
Montes Claros – Santa Casa de Montes Claros anuncia hospital do futuro

 

O edifício médico (31 andares) será dotado de estacionamento, espaço para lojas e salas para consultórios e clínicas. O que soma um total de 522 salas. Já o edifício assistencial (15 andares) será composto com espaço para um almoxarifado central, Serviço de Nutrição e Dietética, lojas, vestiários, serviço de imagem, 90 apartamentos para internação (com possibilidade de 180 leitos), Box shot stay (24 leitos), CTI (10 leitos), Centro Cirúrgico (9 salas), descanso para funcionários, além de heliponto.

De acordo com o superintendente Maurício Sérgio Sousa e Silva, o objetivo do empreendimento é desafogar o atendimento na Santa Casa. “A crise na saúde do país como um todo atinge várias unidades de saúde. Dessa forma, não podemos ficar esperando soluções apenas do poder público, precisamos fazer nossa parte. Por isso, a partir de 2020 vamos trabalhar ainda mais os cinco pilares para a Santa Casa de Montes Claros, que são: a segurança, o conforto, a flexibilidade, a ecoeficiência e a sustentabilidade da nossa Instituição”, disse.
Durante a coletiva de imprensa, o Provedor José Gilson Veloso Caldeira, assinou o protocolo de intenções com a construtora PHV Engenharia, representada pelo empresário Paulo Henrique Pinheiro. Após a conclusão da fase de aprovações junto aos órgãos responsáveis, a previsão é de que a obra dure 24 meses, gerando 1000 (mil) empregos diretos.

De acordo com a engenheira/arquiteta da Santa Casa, Janice Gomes, a construção das torres tem como objetivo a autossustentabilidade e a inovação tecnológica. “Nossa meta principal é dar melhores condições de atendimento aos nossos pacientes. E para isso, precisamos trabalhar uma arquitetura que facilite o fluxo do corpo assistencial, tanto médico como laboral, para que o acesso desses profissionais ao paciente seja bem direcionado. E para isso, o ambiente físico precisa oferecer essa facilidade, ou seja, assim conseguimos minimizar, através da humanização conseguimos atender melhor e dar mais conforto ao paciente tanto em segurança, como em relação ao tempo de permanência do paciente no hospital”, disse.

Atualmente, o hospital conta com 405 leitos.  Segundo o superintendente, com a construção das torres, a capacidade passa a ser de aproximadamente 550 leitos, aumentando a capacidade instalada. “Cerca de 80% do nosso atendimento é voltado para o SUS. Porém, existe um déficit em relação a esse atendimento que precisamos suprir. Para isso, vamos aumentar nossa capacidade de atendimento convênio e particular com a construção das torres para garantir a sustentabilidade do nosso atendimento SUS, uma vez que, conseguiremos converter esse resultado num complemento em relação ao déficit que temos hoje no SUS”, explica.

O empreendimento conta com a parceria da Cooperativa de Crédito Mútuo dos Médicos e Profissionais da Área de Saúde de Minas Gerais (Credicom), e pode ser adquirido com prestações em até 120 vezes. Outras informações podem ser obtidas através do 38 3229.2420

Aviso

  • • Nossos editores/colunistas estão expressando suas opiniões sobre o tema proposto e esperamos que as conversas nos comentários de artigos do JORNAL MONTES CLAROS sejam respeitosas e construtivas.
  • • Os espaços de comentários em nossos artigos são destinados a discussões, debates sobre o tema e críticas de ideias, não as pessoas por trás delas. Ataques pessoais não serão tolerados de maneira nenhuma e nos damos ao direito de ocultar/excluir qualquer comentário ofensivo, difamatório, preconceituoso, calunioso ou de alguma forma prejudicial a terceiros, assim como textos de caráter promocional e comentários anônimos (sem nome completo e/ou e-mail válido)

2 comentários

  1. Vai aumentar muito pouco leitos, pelo tamanho do empreendimento.

  2. Onde exatamente vai ser edificado este empreendimento?

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *