Últimas Notícias

Malinski Madeiras mantém conexão entre o humano e o digital

31/1/2022 –

Uma das principais fabricantes de cabos de madeira do país, empresa busca implementar automação aliada à inteligência e à criatividade humana

Respeito ao meio ambiente e o compromisso de entregar produtos de qualidade são premissas da atuação da Malinski, uma das principais fabricantes de cabos de madeira do país, fundada em1994. Ao mesmo tempo em que mantém a maioria dos processos sob o controle das pessoas, a Malinski já atua em algumas áreas com a automação em sua fábrica de Porto Velho (RO.)

Um dos primeiros processos da transformação da tora em madeira serrada, por exemplo, possui uma linha de automação. “Para a parte da serragem da madeira, buscando maior segurança e proteção, a própria máquina vai engradeando, permitindo que o produto já saia pronto para a estufa”, explica Paulo Vicente Malinski, CEO da companhia.

De acordo com o executivo, o corte do cabo e o polimento são etapas que passam por um processo de automação, mas uma grande parte do alimentador exige o trabalho humano. “Existem pessoas que fazem essa alimentação das máquinas. É como se fosse um sistema híbrido. Por exemplo: o cabo padrão vai direto para a máquina automatizada. O cabo com a ponta cilíndrica possui um sistema híbrido, parte do processo é realizado pela máquina e parte pelo colaborador. Com a pintura dos cabos é a mesma coisa – algumas precisam ser realizadas de forma manual, enquanto outras podem utilizar as máquinas”, afirma.

Aliando a automação à inteligência dos colaboradores, a Malinski consegue entregar um produto de maior qualidade, com redução de custo. “A automação permite um cabo muito mais exato e durável, além de melhorar a eficiência. Mas, sem dúvida, a participação do nosso colaborador é de grande importância”, explica Paulo Vicente Malinski.

Adaptação dos colaboradores

A Malinski conta com cerca de 350 colaboradores e produz cerca de 2 milhões de cabos mensalmente. “A empresa busca ouvir os colaboradores por meio de diversas iniciativas, como por exemplo o projeto ‘Ideia Premiada’, no qual recebem prêmios por ideias de melhorias contínua no processo de fabricação”, afirma o CEO da empresa.

Segundo o executivo, todos os colaboradores passaram por um treinamento para incentivá-los a participar com ideias e para saber lidar com a tecnologia. “Hoje em dia, colaboradores de qualquer idade conseguem se integrar rapidamente, sem dificuldade. Nos últimos anos conseguimos incluir os processos de automação e fazer com que os colaboradores fossem ativos e partícipes, o que resultou em uma maior produtividade”, afirma Paulo Vicente Malinski.

Website: https://malinski.com.br/