Vale a pena alugar um carro para trabalhar como taxista?

A profissão de taxista é uma das mais antigas do mundo, sendo a única amparada pela legislação para o transporte público individual no Brasil. Atualmente, existem muitos aplicativos focados no trabalho de taxistas, além de várias empresas despachantes de carros para taxistas realizarem seus trabalhos diariamente.

O aluguel de carros para ser um taxista pode parecer algo menos promissor que a compra de um carro ou o empréstimo feito para dar entrada em um carro, porém existem benefícios por trás do serviço oferecido por despachantes de carros para taxistas. O fato é que muitos buscando a profissão podem não ser profissionais de longo prazo e podem estar buscando um alívio para suas contas de casa e uma forma de ganhar lucro enquanto não encontram outro emprego.

Enquanto ser um taxista pode se tornar um negócio com lucro, é preciso notar que ter apenas um carro, alugado ou comprado, não é o bastante para que uma pessoa comece a ter sucesso com o serviço como um taxista. Existem vários fatores que contribuem para um profissional querer continuar lucrando nessa área, já que poucos realmente compreendem o que é necessário para fazer isso.

Sendo assim, saber se vale a pena alugar um carro para trabalhar como taxista pode ser o primeiro passo para realizar serviços ao redor de uma cidade como taxista e lucrar com isso. Em média, algumas rotas podem ser cobradas por até 30 reais ou mais, dependendo do tempo levado. Com apenas 3 passageiros, já é possível obter quase 100 reais ao dia.

Como ser um taxista?

Para ser um taxista em SP ou em qualquer outro local, é preciso compreender o que é considerado um taxista em si. Na Lei nº 12.468, de 26 de agosto de 2011, foi regulamentada a profissão de taxista no Brasil.

Nessa lei, é possível encontrar os requisitos para um profissional que deseja atuar nessa área, pois, segundo esse artigo, o taxista é aquele que usa um veículo automotor próprio ou alugado de terceiros para fazer o transporte público, porém remunerado, de passageiros. Esse veículo precisa suportar, no máximo, 7 pessoas dentro ao mesmo tempo.

O taxista precisa também ter uma habilitação de classe B, C, E ou D, além de ter um curso de relações humanas, pronto socorro, direção defensiva, mecânica e elétrica básica do veículo. Portanto, o taxista precisa de certo aprendizado antes de realizar sua atuação. O veículo que utiliza também precisa estar dentro dos parâmetros exigidos pela sua cidade de atuação e o profissional precisa de uma inscrição no INSS, além de ter certificação específica para exercer a profissão.

Existem diferentes tipos de taxistas atualmente, sendo eles autônomo, taxista de frota e coproprietário. O taxista de frota é o nível recomendado para iniciantes, pegando um valor mensal para dirigir para um grupo ou agência de táxi.

Vale a pena alugar um carro para trabalhar como taxista?

Apesar da compra parecer atrativa, pode ser que ela não seja a opção correta para todos os taxistas. Existem uma série de vantagens em alugar um carro ao invés de comprar um automóvel apenas para a atuação. As principais são, por exemplo:

  • Poder pagar menos e lucrar da mesma forma com um carro;
  • Permitir que o carro seja utilizado por mais de um taxista, já que um pode utilizar o automóvel por 8 horas enquanto outro profissional utiliza em outro período;
  • O carro é atendido pelo locador, ou seja, não é preciso constantemente se preocupar pela segurança do automóvel;
  • Não é necessário passar por inspeção técnica ou emitir uma política de CTP.

Portanto, alugar um carro para trabalhar como taxista pode ser cheio de vantagens. Além disso, vale mencionar que nem todos na profissão pretendem continuar atuando na área para sempre. Por isso, o investimento na compra de um carro apenas para essa profissão pode não valer a pena para muitas pessoas.

Quais os melhores carros para taxista?

Existem alguns tipos específicos de carros populares entre taxistas, entre eles podemos mencionar o Hyundai Solaris, Skoda Octavia, Fiat Grand Siena e Toyota Etios Sedã.

É preciso que o taxista foque no ano do carro, em seu espaço e também na qualidade dos acentos, da direção e na sua facilidade de dirigir aquele automóvel. O taxista também deve notar que um despachante de carros para taxistas nunca pode oferecer um automóvel que ofereça espaço para mais de 7 pessoas.

Ser taxista traz lucros?

Ser taxista pode trazer vários lucros diários, além de ser uma profissão com um horário extremamente flexível que pode até mesmo ser uma atuação a parte do emprego principal de uma pessoa para ganhar lucro extra dentro de casa.

Esse meio de atuação atrai muitas pessoas que estão desempregadas pela facilidade de uma pessoa comum se inserir na área e poder investir em um negócio enquanto não encontra outro emprego fixo.