Últimas Notícias

Quais são os principais projetos da NASA?

A National Aeronautics and Space Administration (NASA) é responsável por muitos dos principais projetos de pesquisa científica espacial e aeronáutica dos últimos 60 anos. Desde seu lançamento em 1958, a NASA tem mostrado ao mundo que não há limites para o potencial humano.

Neste artigo, vamos explorar os principais projetos da NASA, desde a exploração espacial a missões destinadas a melhorar a tecnologia aeroespacial e a OSSETs (sistemas operacionais espaciais). Além disso, você vai descobrir como esses projetos contribuem para a ciência, a exploração e a vida cotidiana da população mundial. Acompanhe a leitura!

Projeto Artemis: a volta do homem à Lua

A NASA tem um histórico de histórias de sucesso e, como parte de seus projetos, a agência lançou o projeto Artemis para retornar à Lua. O programa de exploração espacial da agência, que já fez uma primeira viagem ao satélite natural em 1969, tem por objetivo levar o homem para a Lua em 2024.

O foco deste projeto está em construir uma base lunar sustentável, que permita missões de longo prazo e, possivelmente, a colocação de humanos em Marte. O desenvolvimento de tecnologia, ferramentas e táticas para navegação em espaço profundo é um dos principais objetivos da NASA, e o projeto Artemis ajuda a explorar com mais profundidade a Lua, que é a porta de entrada para missões espaciais mais distantes no futuro.

Esta viagem inclui a criação de uma plataforma de lançamento de foguetes, chamada Gateway, que permita a tripulações especiais navegar e viver na Lua. Esse será um empreendimento em conjunto entre a NASA, Japão, Canadá e Europa. Podemos dizer que esse projeto será tão importante para a ciência, quanto o datador inkjet é para a realização de impressão de código de barras.

O projeto Artemis também tem por objetivo explorar a Lua para reunir dados científicos, além de desenvolver recursos para que se possa viver lá. Além disso, a NASA quer descobrir mais sobre como a Lua afeta as condições terrestres e seus ciclos de vida.

Como parte do plano para a exploração espacial da Lua, a NASA está desenvolvendo um novo veículo lunar que poderá levar astronautas em missões tripuladas para explorar o satélite natural. Todos os esforços para o projeto Artemis estão voltados para o alcance deste objetivo de preparar o caminho para que humanos possam visitar a Lua em 2024.

Mars Sample Return: coletando amostras de Marte para estudo

A Mars Sample Return (MSR) é um dos principais projetos da NASA para explorar e estudar Marte. O objetivo deste projeto é explorar, coletar e devolver amostras da superfície de Marte que são armazenadas em uma espécie de embaladora filme pvc para descobrir mais sobre a origem do nosso planeta.

Com esta informação, os cientistas terão um melhor entendimento do que aconteceu nos últimos quatro bilhões de anos na superfície de Marte. Afinal, isso trará benefícios para a exploração humana futura de Marte. Esta é a razão pela qual o projeto é uma das principais missões da NASA.

Kepler e TESS: buscando novos mundos fora do sistema solar

A NASA detém o status de uma das agências de pesquisa espacial mais avançadas do mundo. Graças aos avanços científicos dos últimos anos, a agência visa buscar novas descobertas fora do sistema solar. Dois dos principais projetos da NASA são a Kepler e a TESS (Transiting Exoplanet Survey Satellite).

A missão Kepler é responsável por procurar planetas fora do nosso sistema solar, identificando por meio de oscilações na luz das estrelas a existência de planetas em órbita. Desde que foi lançada, em 2009, a missão Kepler alertou a comunidade científica para a existência de mais de 4.000 planetas fora do sistema solar.

Por sua vez, o projeto TESS foi lançado em 2018 com a finalidade de observar exoplanetas no caminho de uma seção da Via-Láctea. Por meio de uma instalação de câmeras que fornece imagens de alta qualidade, os cientistas esperam encontrar planetas que girem em volta de estrelas menores e mais próximas do nosso sistema solar.

Espera-se que a TESS possa contribuir com descobertas significativas no campo da astronomia, contribuindo o máximo para o estudo de planetas fora do nosso sistema solar e até mesmo saber mais sobre o universo.

James Webb Space Telescope: a próxima geração de telescópios espaciais

O James Webb Space Telescope (JWST), previsto para lançamento em 2021, será o próximo grande telescópio espacial a ser lançado pelo programa Espacial da NASA, oferecendo ao mundo a capacidade de explorar ainda mais os mistérios do universo.

O JWST é o sucessor do Telescópio Espacial Hubble, e usará sua avançada tecnologia para analisar a luz infravermelha em detalhes que não podem ser vistos nos telescópios espaciais atuais. Afinal, será capaz de detectar luz emitida por planetas distantes, poeira interestelar, galáxias distantes e ainda desconhecidas partes do universo.

Ao aprofundar nossa compreensão da ciência espacial, a tecnologia do JWST traz com ela a capacidade de aumentar ainda mais nossos conhecimentos científicos e também nos levar mais perto de descobrir a natureza do universo até mesmo imprimir imagens em uma impressora térmica para mostrar como são os planetas no seu interior.

Ao aprofundar nossa compreensão da ciência espacial, a tecnologia JWST traz consigo a capacidade de aumentar ainda mais nosso conhecimento científico e também nos aproximar da descoberta da natureza do universo, pois será possível até mesmo imprimir imagens em uma impressora industrial para mostrar como são os planetas por dentro.

Este artigo foi produzido pela equipe do Soluções Industriais.