Inicio » Esporte » Copa 2018 » Copa 2014 -TAM vai ter que mudar comercial da Copa

Copa 2014 -TAM vai ter que mudar comercial da Copa

O comercial da companhia aérea TAM que diz que ela vai trazer os ‘nossos craques para jogar em casa’ terá de ser alterado. O Conselho Nacional de Autorregulamentação Publicitária (Conar) definiu que o filme intitulado Catimba não pode transmitir a ideia de que é a TAM que está transportando todos os jogadores da Seleção Brasileira ao País, uma vez que a transportadora oficial é a Gol.

Copa 2014  -TAM vai ter que mudar comercial da Copa
Copa 2014 -TAM vai ter que mudar comercial da Copa

Visto quase 2 milhões de vezes apenas no canal da companhia no YouTube, o comercial mostra os brasileiros David Luiz (jogador do Chelsea), Thiago Silva (do Paris Saint-Germain) e Marcelo (do Real Madri) em uma sequência de contratempos no caminho para o aeroporto. No fim, o comercial diz: “Os adversários não vão gostar nada disso, mas a TAM vai trazer os nossos craques para jogar em casa”.

A estratégia da companhia foi buscar os atletas brasileiros que jogam nos times das cidades onde a companhia oferece voos diretos a partir do Brasil: Paris, Londres e Madri.

O meio publicitário recebeu o comercial como o maior drible que a TAM podia ter dado na transportadora oficial da Seleção. Por isso, a Gol entrou com uma representação no Conar pedindo o julgamento do filme e sua possível alteração ou retirada do ar.

O Conar não tem autoridade judicial, mas sua recomendação é como uma obrigação no setor – anunciantes, agências e veículos de comunicação são associados da instituição. E o recado dado à TAM foi de que é necessário mudar o texto. A TAM terá até cinco dias para fazer os ajustes no material. (colaborou Marina Gazzoni) As informações são do jornal O Estado de S. Paulo.

Fonte: Agência Estado

Aviso: nossos editores/colunistas estão expressando suas opiniões sobre o tema proposto, e esperamos que as conversas nos comentários sejam respeitosas e construtivas. O espaços abaixo são destinado para discussões, para debatermos o tema e criticar ideias, não as pessoas por trás delas. Ataques pessoais não serão, de maneira nenhuma, tolerados, e nos damos o direito de excluir qualquer comentário ofensivo, difamatório, calunioso, preconceituoso ou de alguma forma prejudicial a terceiros, assim como textos de caráter promocional e comentários anônimos (sem um nome completo e e-mail valido).