POS ON-LINE PUC MINAS

Saiba o que fazer quando há falha no Disco Rígido

Mesmo que pareça assustador no momento, é possível recuperar seus dados, ainda que o Disco Rígido esteja danificado.

Imagem: PxHere

De fato, é uma situação chata para lidar: documentos, imagens, vídeos, áudios e outros tipos de dados armazenados em seu computador ou laptop. Muitos desses arquivos, você levou horas para termina-los, outros são muito importantes. Então você abre seu computador e os seus dados não estão lá.

Apesar de ser assustador no momento, não é uma situação para entrar em pânico. Especialistas estimam que 90% das ocorrências, é possível recuperar os dados perdidos. E note que essa estimativa não só inclui casos mais simples como algum dano físico de quedas, por exemplo, ou vírus. Até em casos como no acidente do avião TAM, em 2007, fora possível a recuperação de dados.

Sim, até mesmo em catástrofes o HD pode ser salvo, mesmo que se faça necessário especialistas e laboratórios para isso. O bom é que, em muitos casos, é possível recuperar seus dados sem sair de casa e sem precisar da ajuda de cientistas. Mas para isso, é preciso um pouco de pesquisa para saber o que está fazendo e não destruir mais.

Como saber se o disco rígido está danificado?

Os danos no disco rígido podem ser classificados em hardware (físico) e software (lógico).

A falha lógica é mais complexa, pois compromete o sistema da máquina. Porém, os danos de software do Disco Rígido podem ser os mais simples de resolver.

A falha de hardware é mais difícil de ser resolvida. Em casos de falha física às partes mecânicas, o recomendado é solicitar manutenção na assistência técnica.

Saber interpretar os sinais do computador é primordial para lidar com o problema. Então segue a lista:

  • A temida tela azul do sistema com mensagem de falha. O código que aparecerá indica que o Disco Rígido apresenta uma falha física.
  • Inicialização do Windows travada. Pode ser que seja um dano ao Disco Rígido, pode ser que não, mas sempre esteja atento para uma possível falha.
  • Se arquivos guardados corretamente forem corrompidos ou apagados repentinamente, é um sinal de Led indicando uma falha no disco rígido.

Há inúmeros sinais que indicam a falha no HD, mas os já citados são os mais comuns.

O que fazer para reparar o HD?

  • Pode fazer a Reparação Automática

O Windows pode verificar e reparar os problemas no disco rígido.

Para iniciar o processo, é necessário fechar todos os programas. Feito isso, é só acessar o Meu Computador. Lá, clique com o botão direito sobre o Disco Rígido local e acesse a alternativa Propriedades.

Automaticamente, se abrirá uma janela e será necessário clicar na opção Ferramentas e logo em seguida, Verificação de Erros.

Assim que o processo de verificação se encerrar, o Windows dará um relatório com os problemas a serem resolvidos, então é só clicar em Corrigir que a reparação começará. Pode levar alguns minutos.

  • Formatação do Disco Rígido

Antes de fazer uma formatação, é necessário fazer o backup de todos os dados num HD externo que esteja funcionando.

Para iniciar a formatação, acesse o painel de controle do computador e vá para Sistema e Segurança. Clique em Ferramentas Administrativas, e logo após isso selecione a opção de Gerenciamento de Computador.

Agora acesse o painel da esquerda, abaixo de Armazenamento e selecione Gerenciamento de Disco, onde você poderá visualizar o disco rígido. Clique no disco e em seguida selecione Formatar.

Apesar de haver muitas formas de reparar o HD, poucas soluções podem restaurar todos os dados perdidos. Por isso que a Wondershare desenvolveu o software Recoverit, que é capaz de identificar e recuperar esses dados.

Um pouco mais sobre o Recoverit

 

Desenvolvido em 2003, atualmente tem mais 5 milhões de usuário por 163 países. O Recoverit é um software conhecido por restaurar dados, não importando o dano no disco rígido. Com altas taxas de restauração, ele é um dos melhores no mercado.

Capaz de recuperar mais de 1000 tipos diferentes de arquivos, o Recoverit é uma ferramenta completa para a restauração de dados. E além disso, o software permite o uso de mídias inicializáveis, em casos onde há falha no Sistema Operacional. Ou seja, é possível a restauração dos arquivos, apesar do comprometimento do funcionamento do computador.

O Recoverit vem se destacando e inovando em suas soluções para os problemas de dados.

Usando o Recoverit

Com uma interface intuitiva, o Recoverit mostra diversas opções que o usuário deve escolher para especificar a situação pela qual houve a perda de dados:

 

Arquivos excluídos – quando há exclusão acidental, como em falhas de energia;

Arquivos na lixeira – recupera os arquivos que estão na lixeira do computador;

Disco Rígido formatado – recuperação de arquivos perdidos na formatação do HD;

Recuperação geral de arquivos – recupera os arquivos independente da situação.

Tutorial de recuperação

O software promete recuperar o disco rígido em apenas três passos, que são:

Passo 1 – Selecionar o local (Disco Rígido)

Primeiramente, é necessário clicar no local onde estão os dados as serem restaurados, ou seja, “Unidade de Disco Rígido”.

Assim que selecionado o local desejado, é preciso dar prosseguimento ao processo, portanto aperte “Iniciar”.

Passo 2 – Verificar a localização dos arquivos

Após o processo se iniciar, o Recoverit fará um escaneamento geral dos dados, portanto, dependendo da quantidade de arquivos, isso pode demorar. O importante é não interferir no processo.

O software mostrará os arquivos listados em tempo real na tela. Se os arquivos desejados já aparecerem, é possível pausar ou terminar o escaneamento na parte superior direita.

 

Se quiser que o programa escaneie todos os arquivos, é só esperar até o fim do processo.

 

Passo 3 – Pré-visualização e restauração

O processo terminou? Hora de dar uma olhada nos arquivos e partir para a restauração. Primeiro, clique no arquivo desejado e assim irá se abrir na tela o arquivo num tamanho maior para a visualização.

 

Pode fazer isso com quantos arquivos quiser, mas assim que estiver satisfeito e começar a restauração, pode clicar diretamente em “Recuperar” e então salvar os dados em algum dispositivo de armazenamento que esteja em boas condições.

 

Pronto, seus arquivos agora estão recuperados e seguros! Viu como é simples?

Leia também:

O que considerar antes de comprar seu novo smartphone

WhatsApp explica o que acontece se você não aceitar novos termos

Como mudar um grupo do WhatsApp para o Signal