Inicio » Minas Gerais » MG – Presos suspeitos de aplicar golpe de R$ 10 milhões em servidores e pensionista

MG – Presos suspeitos de aplicar golpe de R$ 10 milhões em servidores e pensionista

Polícias Federal, Civil e Militar, além de Corpo de Bombeiros e Seds atuam no cumprimento de mandados de prisão e busca e apreensão em Minas, São Paulo e Rio de Janeiro.

MG - Presos suspeitos de aplicar golpe de R$ 10 milhões em servidores e pensionista
MG – Presos suspeitos de aplicar golpe de R$ 10 milhões em servidores e pensionista

.

VIATOTAL

ViaTotal

///////////////////////////

.

Foi deflagrada na manhã desta quarta-feira (26) a operação Pecus, que tem o objetivo de desarticular uma organização criminosa especializada em estelionatos, com atuação em todo o território nacional. O prejuízo causado pelos golpes da quadrilha está estimado em mais de R$ 10 milhões.

A Força Integrada de Combate ao Crime Organizado (Ficco-MG) – composta por Polícia Federal, Polícia Civil, Polícia Militar, Corpo de Bombeiros e Secretaria de Estado de Defesa Social (Seds) – atua no cumprimento de 50 mandados de prisão e 36 de busca e apreensão desde as 6h. Os mandados estão sendo cumpridos de forma simultânea, em Minas Gerais, São Paulo e Rio de Janeiro e foram expedidos a partir de uma representação de delegados da Polícia Federal e Polícia Civil nos autos de um inquérito policial que tramitava na comarca de Belo Horizonte.

.

PUBLICIDADE

///////////////////////////

.

Após cinco meses de investigação, as polícias Federal e Civil identificaram centenas de fraudes cometidas pelos criminosos, cujos prejuízos estão estimados em mais de R$ 10 milhões.

As vítimas eram abordadas por meio do envio de falsas notificações judiciais que noticiavam supostos créditos provenientes de previdência complementar, com as quais elas haviam contribuído no passado.

Para a liberação do dinheiro então prometido, o grupo exigia a antecipação de valores a título de impostos e custas processuais. As vítimas – maioria servidores públicos e pensionistas – depositavam elevadas quantias em contas repassadas pelos criminosos e, então, se davam conta que os créditos a que teriam direito, na verdade, não existiam.

Os presos serão encaminhados para Belo Horizonte, onde ficarão à disposição da Justiça. Eles responderão pelos crimes de organização criminosa e estelionato, cujas penas somadas podem chegar a 13 anos de prisão.

.

------------------------------------------------------------------------

Se você é a favor de uma imprensa totalmente livre e imparcial, colabore curtindo a nossa página no Facebook e visitando com frequência o site do Jornal Montes Claros


------------------------------------------------------------------------

------------------------------------------------------------------------

Leia Também

VLI abre vagas para programa Jovem Aprendiz em Montes Claros

VLI abre vagas para programa Jovem Aprendiz em Montes Claros

Compartilhar no WhatsApp* Por: Jornal Montes Claros - 8 de dezembro de 2016.VLI abre vagas …


Aviso: nossos editores/colunistas estão expressando suas opiniões sobre o tema proposto, e esperamos que as conversas nos comentários sejam respeituosas e construtivas. O espaço abaixo é destinado para discussões, para debatermos o tema e criticar ideias, não as pessoas por trás delas. Ataques pessoais não serão, de maneira nenhuma, tolerados, e nos damos o direito de excluir qualquer comentário ofensivo, difamatório, calunioso, preconceituoso ou de alguma forma prejudicial a terceiros, assim como textos de caráter promocional e comentários anônimos (sem um nome completo e email válido).