Inicio » Educação » Educação – Após pressão de religiosos, MEC altera comitê e remove palavra ‘gênero’

Educação – Após pressão de religiosos, MEC altera comitê e remove palavra ‘gênero’

A assessoria do MEC não se pronunciou sobre o caso
A assessoria do MEC não se pronunciou sobre o caso

.

PUBLICIDADE

///////////////////////////

.

Após pressão das frentes parlamentares evangélica e católica, o Ministério da Educação (MEC) substituiu um comitê criado no dia 9 para propor políticas voltadas à igualdade de gênero na educação por um de teor mais genérico. Ato publicado na terça-feira (22) no Diário Oficial da União, pelo ministro Renato Janine Ribeiro, remove todas as menções à palavra “gênero” e troca o nome do grupo de “Comitê de Gênero” para “Comitê de Combate à Discriminação”. O grupo tinha por base notas técnicas de órgãos do próprio MEC.

.

VIATOTAL

ViaTotal

///////////////////////////

.

Deputados das frentes religiosas teriam procurado o líder do governo na Câmara, deputado José Guimarães (PT-CE), para tentar a revogação do texto original. Em nota publicada pelas frentes, o grupo diz que a portaria havia sido publicada “na surdina” e “tinha por objetivo implementar a ideologia de gênero nas escolas”. Disse ainda que o texto “incentiva a prática gay e resulta na sexualização precoce das crianças e adolescentes”. Procurada à noite, a assessoria do MEC não foi encontrada.

Do Estadão Conteúdo

.

------------------------------------------------------------------------

Se você é a favor de uma imprensa totalmente livre e imparcial, colabore curtindo a nossa página no Facebook e visitando com frequência o site do Jornal Montes Claros


------------------------------------------------------------------------

------------------------------------------------------------------------

Leia Também

VLI abre vagas para programa Jovem Aprendiz em Montes Claros

VLI abre vagas para programa Jovem Aprendiz em Montes Claros

Compartilhar no WhatsApp* Por: Jornal Montes Claros - 8 de dezembro de 2016.VLI abre vagas …


Aviso: nossos editores/colunistas estão expressando suas opiniões sobre o tema proposto, e esperamos que as conversas nos comentários sejam respeituosas e construtivas. O espaço abaixo é destinado para discussões, para debatermos o tema e criticar ideias, não as pessoas por trás delas. Ataques pessoais não serão, de maneira nenhuma, tolerados, e nos damos o direito de excluir qualquer comentário ofensivo, difamatório, calunioso, preconceituoso ou de alguma forma prejudicial a terceiros, assim como textos de caráter promocional e comentários anônimos (sem um nome completo e email válido).