Inicio » Colunistas » Hesiodo José » Coluna do Hesiodo José – Fragmentos Diários (aumento e também invento)

Coluna do Hesiodo José – Fragmentos Diários (aumento e também invento)

O Padre Chapado

Foi numa Paróquia de um bairro da zona sul de Montes Claros, o padre entrou de óculos escuros e fazendo o simbolo do Heavy Metal para os primeiros da fila, depois contou a seguinte piada, “Dois compadres bebiam no bar da Ponte Preta em plena Quaresma, quando se despediram um deles ia rumo ao bairro São Judas, o outro que morava na Vila Luiza recomendou; -Vá com Deus compadre! Duas quadras abaixo aquele que seguia para o São Judas tropeçou e quase vai ao chão, irritado olhou para os lados e disse; – Meu amigo falou para eu ir com o senhor, mas não precisa empurrar né Deus ajuda ai! Algumas pessoas esboçaram risos outras fizeram o sinal da cruz e o padre doidão ainda de óculos escuros abriu os braços e declamou:

“Engolia o corpo de Deus a cada mês, não como quem engole ervilhas ou roscas ou sabres, engolia o corpo de Deus como quem sabe que engole o Mais, o Todo, o Incomensurável, por não acreditar na finitude que me perdia no absoluto infinito.

Não diga doce de leite

Uma mãe da cidade de Janaúba no Norte de Minas, cidade a pouco mais de 100 km de Montes Claros, promete enfrentar quem for preciso, até ir ao Supremo Tribunal de Justiça  para reverter a suspensão de duas semanas que seu filho, cujo nome não foi revelado, levou após dizer “doce de leite” durante uma excursão para Capitão Enéas. O estudante de 08 anos de idade  foi desafiado por um colega a dizer a palavra dentro do ônibus. Confuso e sem saber das consequências, ele aceitou a provocação. “Eu estou chocada com a suspensão de dez dias que meu filho recebeu”, desabafou  Maria Clara Silveira. Segundo a escola que não teve o nome revelado, o nome  foi proibido de ser dito por qualquer pessoa após um aluno portador de necessidades especiais sofrer bullying dos colegas após levar uma lata de doce de  leite para a escola.

Homofóbicos bancam festa gay

Quem diria que a frase da minha avó “língua fala e o cú paga” seria tão verdadeira em plena revolução machista e libertaria. Um grupo de Gays resolveu  se passar por homofóbico e saiu pelas ruas de Belo Horizonte conversando com os conhecidos conservadores e pedindo dinheiro para espalhar faixas e pichações denegrindo as imagens de homossexuais conhecidos e irrustidos. Foram cinco dias de coletas nas ruas e até via contas bancárias. A festa foi numa casa de shows bastante conhecida da capital com a presença maciça da imprensa, os gays agradeceram a ajuda e ironizaram, “Pena que eles pediram para não revelarem suas identidades!”

Riso da Hora

‘Duas amigas casadas resolveram sair pra ‘botar as fofocas em dia’, sem os maridos. Na volta, já de madrugada as duas, trêbadas, sentiram uma vontade irresistível de fazer xixi. Ficaram procurando um lugar escondido, até que passaram na porta de um cemitério. Um pouco apavoradas, mas muito bêbadas e sem outra alternativa, pararam o carro e decidiram entrar lá mesmo pra despejar as cervejas. A primeira foi, se aliviou, e então se lembrou de que não tinha nada para se secar. Então pegou a calcinha, se secou e jogou-a fora. A segunda, que também não tinha nada para se secar, pensou: ‘Eu não vou jogar fora esta calcinha carérrima e linda.’ Então, tateou no escuro, pegou a fita de uma coroa que estava em cima de um túmulo e se secou. No dia seguinte, os maridos se encontraram. Muito preocupado, um deles puxa assunto: – Nós temos que ficar de olho. Acho que essas duas estão aprontando: a minha mulher chegou em casa ontem mamada e sem calcinha… E o outro: – Isso não é nada! Você tem sorte! Muito pior foi a minha, que chegou em casa caindo de bêbada com uma faixa presa na bunda com a inscrição: ‘Jamais te esqueceremos.’ 

Fica assim, amanhã tem mais…

Por Hesiodo José

Hesiodo José
Hesiodo José

PUBLICIDADE

///////////////////////////

------------------------------------------------------------------------

Se você é a favor de uma imprensa totalmente livre e imparcial, colabore curtindo a nossa página no Facebook e visitando com frequência o site do Jornal Montes Claros


------------------------------------------------------------------------

------------------------------------------------------------------------

Leia Também

Norte de Minas - Acidente deixa uma pessoa morta na BR-251

Norte de Minas – Acidente deixa uma pessoa morta na BR-251

Compartilhar no WhatsApp* Por: Jornal Montes Claros - 8 de dezembro de 2016.Norte de Minas …


Aviso: nossos editores/colunistas estão expressando suas opiniões sobre o tema proposto, e esperamos que as conversas nos comentários sejam respeituosas e construtivas. O espaço abaixo é destinado para discussões, para debatermos o tema e criticar ideias, não as pessoas por trás delas. Ataques pessoais não serão, de maneira nenhuma, tolerados, e nos damos o direito de excluir qualquer comentário ofensivo, difamatório, calunioso, preconceituoso ou de alguma forma prejudicial a terceiros, assim como textos de caráter promocional e comentários anônimos (sem um nome completo e email válido).