Empréstimo Consignado para aposentados, pensionistas do INSS

Últimas Notícias
Casa das Apostas Online Betway

Norte de Minas – II Congresso Norte Mineiro de Energias Renováveis ganhará destaque na Fenics

Norte de Minas – II Congresso Norte Mineiro de Energias Renováveis ganhará destaque na Fenics

O Norte de Minas tem se destacado no cenário nacional quando o assunto é a perspectiva da geração de energia fotovoltaica, em decorrência do elevado índice de radiação solar, condição determinante de competitividade para essa atividade.

A Fenics começa na próxima semana e deve reunir 80 mil pessoas
A Fenics começa na próxima semana e deve reunir 80 mil pessoas

 

Diante disso, nos últimos anos a Secretaria de Estado de Desenvolvimento e Integração do Norte e Nordeste de Minas Gerais, seu órgão operacional, o Idene, têm articulado e participado de eventos envolvendo lideranças, autoridades e técnicos da área de energia para discutir ações convergentes para a viabilização desses projetos na região.

Nesta terça feira (05/09), representantes de órgãos públicos e privados reuniram-se na Cidade Administrativa, em Belo Horizonte, para alinhar ações que serão desenvolvidas no II Congresso Norte Mineiro de Energias Renováveis – Oportunidades de Negócios e Investimentos no Norte de Minas Gerais, que está previsto na programação da 22ª FENICS, no dia 14 de setembro, no Auditório da Sociedade Rural.

 

A ação é uma iniciativa do sistema Sedinor/Idene e da Agência de Desenvolvimento da Região Norte de Minas – Adenor, e conta com o apoio da Associação Comercial Industrial e de Serviços de Montes Claros – ACI e do Banco do Nordeste.

O diretor-geral do Idene, Gustavo Xavier, explica como o governo de Minas Gerais está atuando para atrair este tipo de atividade para as regiões Norte e Nordeste de Minas Gerais. “Este evento irá projetar nossa região no que diz respeito à energia fotovoltaica. O governo do Estado, por meio do sistema Sedinor/Idene, vem buscando condições favoráveis para garantir a viabilidade de projetos. Somos deficientes nessa tecnologia e a nossa região tem um potencial enorme para a produção, uma vez que possui altos índices de radiação. Visando isso, precisamos atrair investidores”, afirmou.

Já Davidson Dantas, assessor das diretorias do Idene, diz que as energias renováveis se apresentam como grande potencial para o desenvolvimento sustentado do Norte e Nordeste de Minas, considerando todas as suas fontes: eólica, solar, biomassa e de resíduos sólidos (lixo urbano). “Desde 2012, a Adenor, em parceria com o Idene e administrações locais, desenvolve a estruturação de um projeto para captação de investidores. Buscamos a criação de oportunidades para que os produtores e empresários locais sejam envolvidos ativamente no processo e sejam beneficiários de uma fonte de renda fixa, sem risco de intempéries climáticas e que propicie a fixação no campo, em condições amplamente favoráveis”.

“O evento será para apresentar e consolidar ações efetivas de promoção do desenvolvimento regional, melhorando as condições de vida da população norte-mineira”, explica Pávilo Miranda, presidente da Adenor. “A ação converge com a missão do BNB, enquanto banco de desenvolvimento”, completa.

Ele pontua que “processos de grande valor agregado promovem importantes mudanças na renda da população. A demanda por alta tecnologia exige investimentos na capacitação dos técnicos que vão atuar na construção dessas plantas de geração de energia, na prestação de serviços associada aos empreendimentos. Enfim, uma economia fortalecida, com grandes investimentos, gera muitas oportunidades de trabalho e emprego”.

I Exposolar do Norte de Minas

A realização do II Congresso de Energias Renováveis e a I Exposolar do Norte de Minas, inserida dentro da Fenics, tem como finalidade mostrar para a sociedade o que foi feito nestes cinco anos de trabalho. A região pode se destacar no cenário nacional como de grande potencialidade e totalmente organizada para receber investidores de todos os portes e segmentos relacionados com a atividade.

“O evento vai demonstrar que o projeto é da sociedade e está calcado no envolvimento total das entidades de todos os segmentos econômicos e institucionais”, destaca Márcia Versiani, Diretora de Planejamento e Gestão da Adenor, ressaltando que durante o II Congresso de Energias Renováveis do Norte de Minas Gerais, será lançado o “Portal de Energia Solar”, plataforma desenvolvida para atender aos investidores e potenciais investidores do segmento de energias, uma vez que disponibilizará informações sobre a geração centralizada e distribuída, além do cadastro de áreas ofertadas para implantação de usinas de geração de energia fotovoltaica, além de cadastro de fornecedores de insumos, equipamentos e serviços.

Ao final do Congresso, o Banco do Nordeste vai formalizar a implantação de um Fórum Permanente das Energias Renováveis, com o objetivo de congregar todos os atores envolvidos com o tema e favorecer a regulação das ações com reuniões periódicas de acompanhamento e replanejamento.

Potencialidade regional

O sistema Sedinor/Idene e a Adenor mostram os resultados obtidos desde 2013, no I Congresso Norte Mineiro de Energias Renováveis e de 2015, quando realizou o Workshop de Energia Fotovoltaica:

• Reestruturação do planejamento das linhas de transmissão pela EPE – Empresa de Planejamento Energético, vinculada ao MME – Ministério das Minas e Energias e Cemig, que era o maior gargalo quando o projeto foi iniciado;

• Realização de leilão para as redes de transmissão, com todos os lotes sendo adquiridos, sendo vários em nossa região, e já em fase inicial de implantação, com investimentos contratados para os próximos cinco anos, na ordem de 18 bilhões de reais;

• Mapeamento com georreferenciamento de 120 áreas propícias cadastradas para instalação de unidades de geração de energia, que serão disponibilizado através do Portal de Energia Solar da Adenor;

• Previsão de investimentos privados de cerca de 18 bilhões de reais nos próximos cinco anos;

• Geração de 3,6 giga watts de energia, transformando Minas Gerais em exportador, ao invés de importador de energia, a fim de resolver definitivamente a falta de carga da região para novos investimentos produtivos.

Quer saber as notícias do Jornal Montes Claros em primeira mão? Siga-nos no Facebook @jornamoc, Twitter @jornalmoc e Instagram @jornalmoc.