Publicidade

Inicio » Norte de Minas » Norte de Minas – Vítima da tragédia na creche Gente Inocente pede socorro

Norte de Minas – Vítima da tragédia na creche Gente Inocente pede socorro

Norte de Minas – Vítima da tragédia na creche Gente Inocente pede socorro

A professora Marley Simone Lima Antunes, vítima do incêndio na creche Gente Inocente, voltou a ser internada no Hospital de Janaúba após sofrer uma piora no quadro de saúde. Ela teve 40% do corpo queimado e precisa de tratamento devido às consequências das queimaduras.

Marley Simone - (Foto: Alberto Borges/Divulgação)
Marley Simone – (Foto: Alberto Borges/Divulgação)

 

Marley, de 43 anos, foi a vítima que mais tempo permaneceu em um hospital após a tragédia, em outubro do ano passado. Logo após o ataque, ela foi transferida para o Hospital João XXIII, em Belo Horizonte, referência no atendimento a queimados.

Na capital, passou por diversas cirurgias, algumas de reconstituição. Também ficou em coma. Em 11 de fevereiro, foi de helicóptero para o Hospital Regional de Janaúba, de onde teve alta no dia 15. Contudo, precisou voltar a ser internada, pois o estado clínico piorou.

De acordo com o marido de Marley, Alberto Borges, a saída de BH só aconteceu porque o município garantiu que daria continuidade ao tratamento. Marley precisa da ajuda de fonoaudiólogo, nutricionista, psicólogo, fisioterapeuta e assistente social, além de remédios e atendimento médico específico, mas os serviços não estariam sendo oferecidos.

“O hospital não tem estrutura para os tratamentos de que ela precisa. Minha esposa não consegue andar nem sentar, está jogada em cima da maca sem mesmo uma sonda para alimentá-la. Vomita muito, não segura nenhum remédio no estômago”, relata Alberto Borges. Segundo ele, a mulher está com pressão muito alta e sente dores abdominais. “Não temos apoio do município”.

Alberto Borges foi até a Câmara dos Deputados reivindicando melhor tratamento para esposa. Lá, foi recebido pela deputada federal Raquel Muniz.

“Conversei com ele e vamos avaliar a situação. A princípio solicitarei que uma equipe do Hospital das Clínicas Mário Ribeiro da Silveira avalie Marley para ver se há possibilidade de que ela faça o tratamento em Montes Claros”, diz a deputada.

A redação  entrou em contato com o secretário de Saúde de Janaúba, mas não obteve retorno sobre a situação.

Relembre o caso:

Marley Simone foi levada para o Hospital João XXII em estado grave no dia da tragédia. Ela teve 40% do corpo queimado e passou por várias cirurgias e procedimentos de enxerto de pele. Nesta sexta-feira (18/02/2018), quando completou quatro meses e 11 dias de internação, o tempo da tragédia na creche, a professora foi transferida para Janaúba em helicóptero do Governo do Estado. Enquanto ficou internada na capital, Marley Simone foi acompanhada pelo marido, o comerciante Alberto Borges, que viajou para BH na época do ataque. “Eu tinha um barzinho em Janaúba. Larguei tudo e vim pra cá”, afirmou ele. A professora chegou no hospital de Janaúba por volta das 15h30.

Alberto disse que foi “pêgo de surpresa” ao ser avisado somente hoje sobre a transferência da professora. “Só chegaram para a gente e disseram que ela seria transferida de helicóptero hoje”, afirmou o comerciante. Por outro lado, ele disse que não tem nada a reclamar. “Ela (Marley) foi muito bem cuidada. Agora, esperamos que ela possa continuar a recuperação no Hospital Regional de Janaúba, que tem condições para fazer o tratamento”, declarou Alberto. A assessoria da Fundação Hospitalar do Estado de Minas Gerais (Fhemig) informou que a paciente foi transferida para a sua cidade natal porque o quadro dela é ‘estável”.

Para prestar assistência adequada às vítimas da tragédia na creche, médicos e enfermeiros de Janaúba receberam treinamento específico por uma equipe multidisciplinar que atendeu vítimas do incêndio na Boate Kiss, ocorrida em Santa Maria (RS), em janeiro de 2013, que resultou na morte de 242 pessoas e deixou mais de 600 feridos.

Por Christine Antonini

 

Leia Também

Acesse agora as promoções de passagens de aéreas nos voos de Montes Claros para SP e Porto Seguro

* Por: da redação - 21 de setembro de 2018. Nesta sexta-feria (21/09) é possível …

Aviso: Nossos editores/colunistas estão expressando suas opiniões sobre o tema proposto e esperamos que as conversas nos comentários de artigos do JORNAL MONTES CLAROS sejam respeitosas e construtivas.O espaço de comentários em nossos artigos é destinado a discussões, debates sobre o tema e críticas de ideias, não às pessoas por trás delas. Ataques pessoais não serão tolerados de maneira nenhuma e nos damos ao direito de ocultar/excluir qualquer comentário ofensivo, difamatório, preconceituoso, calunioso ou de alguma forma prejudicial a terceiros, assim como textos de caráter promocional e comentários anônimos (sem nome completo e/ou email válido).

Um comentário

  1. Silvanete Rosa Virissimo Silva não dá pra acreditar que pouca vergonha, só Deus na causa.

    Que pouca vergonha, só Deus na causa.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *