Últimas Notícias

Mais uma vítima do grave acidente entre 11 veículos na BR-251 no Norte de Minas recebe alta

Mais uma vítima do grave acidente entre 11 veículos na BR-251 no Norte de Minas recebe alta

Mais uma vítima do grave acidente na BR-251, no Norte de Minas, recebeu alta nesta quinta-feira (19).

Mais uma vítima do grave acidente entre 11 veículos na BR-251 no Norte de Minas recebe alta
Mais uma vítima do grave acidente entre 11 veículos na BR-251 no Norte de Minas recebe alta

 

O homem de 44 anos estava internado no Hospital Municipal de Francisco Sá e a informação foi confirmada pelo diretor da unidade, Álvaro Murilo Soares Durães.

O acidente foi na última segunda (16)  e envolveu 11 veículos, sendo cinco carretas, cinco veículos de passeio e um ônibus. Nove pessoas morreram e mais de 60 ficaram feridas. O corpo do motorista de uma das carretas não foi encontrado e é considerado desaparecido.

Outras duas pessoas seguem internadas na Santa Casa de Montes Claros: um jovem de 25 anos, que tem estado de saúde considerado gravíssimo, respira com a ajuda de aparelhos e teve cerca de 90% do corpo queimado; e um paciente de 42 anos, que segue estável.

No dia do acidente, o Serviço Móvel de Atendimento de Urgência (Samu) levou cerca de 60 feridos para o Hospital Municipal de Francisco Sá, segundo o diretor da unidade de saúde. De acordo com ele, a maioria foi atendida e liberada. Cinco foram transferidos para Montes Claros e apenas a pessoa que teve alta nesta quinta ficou internada.

Seis dos oito mortos eram moradores de Rio Pardo de Minas. Um era uma estudante da pós-graduação da Universidade de Montes Claros. E o oitavo, um homem de 32 anos, que dirigia um carro da Prefeitura de Josenópolis.

Familiares das vítimas colheram sangue no Instituto Médico Legal de Montes Claros para confirmação dos óbitos e o material foi encaminhado para o Instituto de Criminalística em Belo Horizonte. Só depois da divulgação do resultado, os corpos serão liberados para os familiares. Por enquanto, serão mantidos em câmera fria no IML, segundo a Polícia Civil.