NordVPN 75% OFF
Inicio » Arruda » Coluna da Jerusia Arruda – Afronta

Coluna da Jerusia Arruda – Afronta

Coluna da Jerusia Arruda – Afronta

AFRONTA

Irritados com o presidente Jair Bolsonaro e como afronta ao Planalto, líderes do centrão discutem desenterrar e votar a proposta de reforma da Previdência apresentada pelo governo Michel Temer. Eles avaliam que o texto era menos duro, mais palatável e com projeções de economia mais factíveis e transparentes. Além disso, a manobra seria uma forma de explicitar a insatisfação com o governo.

CLIMA TENSO

O presidente Jair Bolsonaro está enfrentando um clima tenso com o Congresso, inclusive com parlamentas do próprio partido. O líder do PSL na Câmara, Delegado Waldir, criticou líderes do governo no Congresso e disse que Bolsonaro deveria ser mais “incisivo nas redes sociais” sobre o assunto. Ao mesmo tempo, a atuação de líder do governo na Câmara, major Victor Hugo (PSL), é vista como desastrosa e ingênua.

BAIXA NÃO PLANEJADA

O governo Jair Bolsonaro suspendeu a avaliação de alfabetização deste ano, que só voltará a ser realizada em 2021. Sem ter sido consultada sobre a decisão, a secretária de Educação Básica do MEC, Tania Leme de Almeida, pediu para deixar o cargo. A saída dela representa a quarta baixa não planejada no alto escalão do ministério neste mês.

DISCUSSÕES SEPARADAS

A equipe econômica do governo elegeu a reforma da previdência dos civis como prioritária. A expectativa é de que ela seja votada antes das mudanças previstas para os militares, evitando misturar as discussões.

SEM PAUTA-BOMBA

O presidente da Câmara, Rodrigo Maia avisou ao ministro Onyx Lorenzoni (Casa Civil) que vai barrar pauta-bomba e eventuais pedidos de impeachment, mas manterá distância da articulação no Congresso. O aviso teve o intuito de esclarecer o alcance dos compromissos de Mais com o governo.

SEQUESTRO DE BENS

O juiz federal Marcelo Bretas determinou o sequestro de bens móveis e imóveis em valores de até R$ 62,6 milhões do ex-presidente Michel Temer e de uma das filhas dele. Bretas tomou a medida, após representação do Ministério Público Federal, para garantir a reparação dos supostos danos causados aos cofres públicos pela organização criminosa.

NOVA TENTATIVA

O ex-presidente Lula pediu a anulação de condenação e envio de processo à Justiça Eleitoral. Os advogados do ex-presidente baseiam-se em recente entendimento do Supremo Tribunal Federal e citam conexões das acusações no caso do tríplex a supostos crimes eleitorais.

DENGUE

Dados do Ministério da Saúde apontam que o Brasil já registrou 229 mil casos de dengue entre janeiro e março deste ano. O número representa aumento de 224% em relação ao mesmo período do ano passado. As mortes provocadas pela dengue tiveram aumento de 67%, passando de 37 óbitos para 62, a maioria no estado de São Paulo, com 31 mortes. Apesar do aumento expressivo no número de casos, a situação ainda não é classificada pelo governo federal como epidemia.

O último cenário de epidemia identificado no país foi em 2016, quando o Ministério da Saúde, registrou 857 mil casos da doença entre janeiro e março.

 

Jerusia Arruda
Jerusia Arruda

Aviso: Nossos editores/colunistas estão expressando suas opiniões sobre o tema proposto e esperamos que as conversas nos comentários de artigos do JORNAL MONTES CLAROS sejam respeitosas e construtivas.Os espaços de comentários em nossos artigos são destinados a discussões, debates sobre o tema e críticas de ideias, não as pessoas por trás delas. Ataques pessoais não serão tolerados de maneira nenhuma e nos damos ao direito de ocultar/excluir qualquer comentário ofensivo, difamatório, preconceituoso, calunioso ou de alguma forma prejudicial a terceiros, assim como textos de caráter promocional e comentários anônimos (sem nome completo e/ou e-mail válido)



Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *