Semana Global do Empreendedorismo - CLIQUE AQUI

Últimas Notícias
Turbo Pesquisa - CLIQUE AQUI PARA MIAS INFORMAÇÕES
Inicio » Esporte » Brasileirão » Brasileirão 2019 – Galo empata com CSA na estreia de Mancini e segue em jejum

Brasileirão 2019 – Galo empata com CSA na estreia de Mancini e segue em jejum

Brasileirão 2019 – Galo empata com CSA na estreia de Mancini e segue em jejum

Cinco jogos sem vencer. Em 36 pontos disputados nas últimas 12 rodadas do Campeonato Brasileiro, apenas cinco conquistados. Este é o Atlético de momento. Graças ao capitão Réver e ao atacante Luan, autores dos gols do empate por 2 a 2 contra o CSA, em Alagoas, a situação não é pior após a estreia do tecnico Vágner Mancini, substituto do demitido Rodrigo Santana.

Brasileirão 2019 - Galo empata com CSA na estreia de Mancini e segue em jejum
Brasileirão 2019 – Galo empata com CSA na estreia de Mancini e segue em jejum

 

Num primeiro tempo sem muita criatividade, logo na estreia do técnico Vágner Mancini, o Atlético acabou sendo punido com a famosa “lei do ex”, quando o camisa 99 Alecsandro abriu o placar no Rei Pelé; ele aproveitou o cruzamento vindo da direita, após saída de bola errada do lateral Fábio Santos.

Na segunda etapa, o jogo ganhou em emoção, mesmo seguindo fraco tecnicamente. Improvisado como volante, Réver foi o responsável por deixar tudo igual. Vina, que acabara de levar o cartão amarelo – o terceiro dele -, fez falta no rival alagoano e, um minuto depois da primeira punição, acabou expulso. Além de desfalcar o alvinegro contra o Santos, seguirá pendurado quando retornar.

Mesmo com um homem a menos, os mineiros foram ao ataque e acabaram premiados. Luan, num chute bem colocado, balançou a rede e fez o vira-vira em Maceió. O alagoano, camisa 27, correu para o abraço, mas não comemorou por muito tempo.

Na volta seguinte do relógio, o CSA teve penalidade marcada, convertida e, com isso, deu igualdade ao placar; o 2 a 2, inclusive, seguiu até o apito final. Cabe lembrar que, nas últimas nove partidas, o Atlético cometeu seis penalidades máximas.

Com o resultado, o Galo chegou aos 32 pontos. O CSA, por sua vez, segue na zona de rebaixamento, com 26.

Ficha Técnica:
CSA 2 X 2 ATLÉTICO

CSA: João Carlos; Dawhan, Alan Costa, Luciano Castán e Carlinhos; Naldo (Celsinho), João Vítor e Jonatan Gómez; Apodi, Bustamante (Bruno Alves), Alecsandro (Warley) Técnico: Argel Fucks

Atlético: Cleiton; Guga, Leonardo Silva, Igor Rabello e Fábio Santos; Réver, Elias, Vinícius e Marquinhos (Maicon Bolt); Luan (Patric) e Di Santo (Ricardo Oliveira)
Técnico: Vagner Mancini

Arbitragem: Sávio Pereira Sampaio, auxiliado por Daniel Henrique da Silva Andrade e José Reinaldo Nascimento Júnior (trio do DF)
VAR: Pathrice Wallace Maia (RJ)
Cartões amarelos: Luciano Castán, Naldo, Dawhan (CSA); Fábio Santos, Igor Rabello, Vinícius (CAM)
Cartão vermelho: Vinícius (CAM)
GOLS: Alecsandro, aos 34  minutos do primeiro tempo; luan, aos 23; Réver, aos 43 e jonathan gómez, aos 44 minutos  do segundo tempo.

Aviso

  • • Nossos editores/colunistas estão expressando suas opiniões sobre o tema proposto e esperamos que as conversas nos comentários de artigos do JORNAL MONTES CLAROS sejam respeitosas e construtivas.
  • • Os espaços de comentários em nossos artigos são destinados a discussões, debates sobre o tema e críticas de ideias, não as pessoas por trás delas. Ataques pessoais não serão tolerados de maneira nenhuma e nos damos ao direito de ocultar/excluir qualquer comentário ofensivo, difamatório, preconceituoso, calunioso ou de alguma forma prejudicial a terceiros, assim como textos de caráter promocional e comentários anônimos (sem nome completo e/ou e-mail válido)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *