Matrículas Aberta - Escola Adventista

Últimas Notícias

SAIBA MAIS AQUI - FAÇA CLICK

Inicio » Esporte » Brasileirão » Brasileirão – Cruzeiro perde para o CSA no Mineirão e fixa raízes no Z-4 a três jogos do fim

Brasileirão – Cruzeiro perde para o CSA no Mineirão e fixa raízes no Z-4 a três jogos do fim

Brasileirão - Cruzeiro perde para o CSA no Mineirão e fixa raízes no Z-4 a três jogos do fim

Mais um resultado inacreditável e assustador do Cruzeiro dentro de casa, que foi retratado na fisionomia do técnico Abel Braga. Desta vez, novamente sem inspiração, a Raposa se tornou presa para o CSA, de Alagoas, e viu a permanência na elite do futebol brasileiro ficar mais ameaçada do que nunca. O gol de Alan Costa, no fim do primeiro tempo, decretou, de vez, a situação de emergência na equipe celeste.

Pressionado pela vitória do Fluminense sobre o Palmeiras, por 1 a 0, o time de Braga entrou em campo com o apoio da torcida e com a missão de superar o, até então, quase rebaixado time alagoano. Contudo, com o passar dos minutos de bola rolando, mesmo com a maior posse de bola, viu o placar se tornar favorável aos visitantes.

Inferno para TN10

Para piorar mais ainda a situação da Raposa, o meia Thiago Neves, que já sofria com as vaias de parte da torcida, desperdiçou uma penalidade máxima aos 19 minutos da segunda etapa. O chute, que buscava o canto direito, acabou indo para fora.

Dono do pior desempenho fora de casa entre as 20 equipes do Brasileirão, o CSA conquistou apenas o segundo triunfo longe de seus domínios. Antes de a bola rolar, em 17 partidas, o aproveitamento foi de apenas 11%.

Revolta nas cadeiras

Para piorar a situação do time, em campo, fora dele a torcida perdeu a paciência. Faltando menos de 15 minutos para o fim do duelo, sinalizadores foram atirados no gramado, fogos de artifícios acendidos nas cadeiras e um clima de guerra foi ensaiado, o que fez o árbitro da partida paralisá-la por dois minutos.

Com a fumaça mais baixa e  melhores condições de visibilidade, o jogo seguiu, mas nada mudou. Com o resultado, o Cruzeiro seguiu com 36 pontos e, na zona de rebaixamento, ficou a um do Ceará, primeiro fora da degola.

Na próxima segunda-feira, a Raposa vai ao Rio de Janeiro enfrentar o Vasco.

Ficha Técnica:
CRUZEIRO 0 X 1 CSA

Motivo: 35ª rodada do Campeonato Brasileiro
Local: Mineirão
Arbitragem: Vinícius Gonçalves Dias Araújo, auxiliado por Miguel Cataneo Ribeiro da Costa e Bruno Salgado Rizo, todos paulistas
VAR: Rodrigo Guarizo Ferreira do Amaral (SP)
Cartões amarelos: Jordi, Euller, Jonatan Gómez, João Vitor (CSA)
Gols: Alan Costa (CSA) aos 42 minutos do primeiro tempo

CRUZEIRO
Fábio; Orejuela, Cacá, Léo e Egídio; Henrique e Éderson (Robinho); Thiago Neves, Ezequiel (Sassá) e Pedro Rocha; Fred (Joel)
Técnico: Abel Braga

CSA
Jordi; Dawhan, Alan Costa, Luciano Castán e Rafinha; João Vitor e Nilton; Jonatan Gómez, Euller (Warley) e Apodi (Bruno Alves); Ricardo Bueno
Técnico: Argel Fucks

Aviso

  • • Nossos editores/colunistas estão expressando suas opiniões sobre o tema proposto e esperamos que as conversas nos comentários de artigos do JORNAL MONTES CLAROS sejam respeitosas e construtivas.
  • • Os espaços de comentários em nossos artigos são destinados a discussões, debates sobre o tema e críticas de ideias, não as pessoas por trás delas. Ataques pessoais não serão tolerados de maneira nenhuma e nos damos ao direito de ocultar/excluir qualquer comentário ofensivo, difamatório, preconceituoso, calunioso ou de alguma forma prejudicial a terceiros, assim como textos de caráter promocional e comentários anônimos (sem nome completo e/ou e-mail válido)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *