Casa das Apostas Online Betway

Últimas Notícias

SAIBA MAIS AQUI - FAÇA CLICK

Após suspeita de espionagem, pombo é detido pela polícia de Manyari, na Índia

Após suspeita de espionagem, pombo é detido pela polícia de Manyari, na Índia

Um pombo foi preso após suspeita de espionagem pela polícia de Manyari, na Índia, no último domingo (24). Eles acreditam que o pássaro estava a trabalho do Paquistão.

Após suspeita de espionagem, pombo é detido pela polícia de Manyari, na Índia
Após suspeita de espionagem, pombo é detido pela polícia de Manyari, na Índia

O pombo foi encontrado por moradores da Índia com uma marca de tinta rosa nas penas e um anel codificado em um dos pés. Por este motivo, a ave foi levada imediatamente para a polícia local.

O local fica na área de fronteira da Caxemira, que é disputada com o Paquistão desde 1947, ano da independência da Índia.  Nesta época, a região foi dividida entre hindus e muçulmanos.

“O pombo, suspeito de ter sido treinado no Paquistão para espionagem, tinha um anel com letras e números escritos nele”, contou uma fonte policial ao “Times of India”. “Embora as aves não tenham fronteiras e muitas voem através das fronteiras internacionais durante a migração, um anel codificado no corpo do pombo capturado é motivo de preocupação, pois as aves migratórias não têm essas coisas”, destacou.

Apesar de ser incomum, está não é a primeira vez que um pombo é preso no país. Em 2016, no estado de Punjab, um pássaro foi apreendido pela polícia próximo à fronteira com o Paquistão. A ave carregava uma mensagem que ameaçava o primeiro-ministro indiano, Narendra Modi. No ano anterior, outro pombo foi capturado na região com uma “mensagem carimbada”.

Aviso

  • • Nossos editores/colunistas estão expressando suas opiniões sobre o tema proposto e esperamos que as conversas nos comentários de artigos do JORNAL MONTES CLAROS sejam respeitosas e construtivas.
  • • Os espaços de comentários em nossos artigos são destinados a discussões, debates sobre o tema e críticas de ideias, não as pessoas por trás delas. Ataques pessoais não serão tolerados de maneira nenhuma e nos damos ao direito de ocultar/excluir qualquer comentário ofensivo, difamatório, preconceituoso, calunioso ou de alguma forma prejudicial a terceiros, assim como textos de caráter promocional e comentários anônimos (sem nome completo e/ou e-mail válido)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *