Últimas Notícias

Montes Claros – Projeto Catopê Contemporâneo passa a contar com portal eletrônico

Montes Claros – Projeto Catopê Contemporâneo passa a contar com portal eletrônico

Montes Claros – A Universidade Estadual de Montes Claros passa a oferecer mais um espaço permanente para as tradições folclóricas e com alcance universal. Trata-se do portal “Catopê Contemporâneo”, que oferece uma série de informações alusivas aos icônicos catopés, marujos e caboclinhos das Festas de Agosto, patrimônio imaterial do município.

Montes Claros - Projeto Catopê Contemporâneo passa a contar com portal eletrônico
Montes Claros – Projeto Catopê Contemporâneo passa a contar com portal eletrônico Foto: Portal Projeto Catopê Contemporâneo

 

Com a trilha de cantos e o som das percussões típicas dos festejos, o visitante tem acesso às obras de diversos artistas locais e regionais, tour virtual, registros das ações educativas junto aos colégios e escolas da cidade, textos informativos e, ainda, destaques sobre a cobertura da mídia. Além disso, a seção “Catopê 2.0”, oferece uma nova exposição temática de artistas montes-clarenses. O acesso é pelo endereço www.catopecontemporaneo.com.

A coordenação geral é do professor Lucas Carvalho, do curso de Artes Visuais e do Departamento de Artes da Unimontes. Ele revela que a ideia é, na verdade, a ampliação de um projeto próprio. Há três anos, ele apresentou no Museu Regional do Norte de Minas (MRNM/Unimontes) a exposição “Catopê Contemporâneo” justamente durante as Festas de Agosto. O material foi produzido por alunos do curso de Artes Visuais da Universidade à época e também está acessível no site.

LINGUAGENS

“Com leituras das festas e de seus principais ícones nas mais diversas linguagens populares e religiosas, os trabalhos originais tiveram uma grande aceitação à época. E como neste ano as Festas de Agosto foram suspensas numa medida de prevenção ao Novo Coronavírus, decidimos resgatar a exposição com um formato diferente: documentação on-line que possa contribuir para manter vivo o espírito das festas neste período atípico”, avalia o professor, que é mestre em Teoria da Arte.

Segundo ele, o site oferece um material artístico e informativo sobre a história, o patrimônio imaterial que a festa proporciona, seus signos e significados.

PROJETO

O portal eletrônico Catopê Contemporâneo está vinculado ao projeto de extensão “Cozinha Gráfica”, coordenado pelo próprio Lucas Carvalho. “A proposta é simples e objetiva: levar o conteúdo sobre arte gerado pela Unimontes à comunidade externa, de forma acessível e eclética, como propõe o universo virtual da internet”, completa.

A projeção inicial é para que o site esteja no ar, por pelo menos, nos próximos doze meses, mas já com a proposta de ampliar o número de seções com mais informações históricas sobre os catopês, marujos e caboclinhos, inclusive com textos de pesquisadores.

“As novas obras, por enquanto, serão direcionadas para este mês de agosto, de forma que os artistas trabalhem dentro da janela correspondente ao período das festas. A expectativa é que o portal se converta num espaço de referência artística e de pesquisa sobre as festas de agosto e seu patrimônio”, finaliza o professor. Outra opção de acompanhar o projeto é o Instagram: @catopecontemporaneo.