Empréstimo Consignado para aposentados, pensionistas do INSS

Últimas Notícias
Casa das Apostas Online Betway

Como escolher a roupa de cama ideal para o seu filho

Como escolher a roupa de cama ideal para o seu filho

Seleção de peças do enxoval deve levar em conta personalidade da criança e qualidade dos produtos.

Como escolher a roupa de cama ideal para o seu filho

A descoberta de uma gravidez traz muita alegria, sonhos e expectativas. É com imensa felicidade e dedicação que os pais de primeira viagem ou não preparam o enxoval, cuidando de todos os detalhes para que a chegada do herdeiro ao mundo seja perfeita.

Dos produtos essenciais, como móveis, itens de higiene, colchas e lençóis, passando pelos objetos decorativos e brinquedos, cada parte do enxoval é uma demonstração do carinho e do amor dos pais em relação ao bebê que está por vir.

Quando pensam na pele delicada do bebê, muitos pais ainda se preocupam com o toque da roupa de cama e banho, para que ela não agrida ou incomode a criança que acabou de chegar ao mundo. Então, o que deve ser levado em conta nessa compra?

Tipo de tecido

Na hora de comprar colchas e lençóis para as crianças, é essencial considerar o tipo de tecido com o qual as peças são feitas, assim como a quantidade de fios. Priorize aqueles que são de fibra de algodão ou outros tecidos naturais. Quanto mais fios, mais macia ela é.

A roupa de cama também pode ser feita com a mescla de tecidos naturais e sintéticos. Quem vive em regiões quentes deve evitar isso, uma vez que essa mistura tende a esquentar ainda mais, podendo incomodar e até causar irritações na pele sensível do bebê.

Dimensão das peças

A maioria dos berços comercializados é do tipo padrão americano, que tem 1,30 m de comprimento e 70 cm de largura. No entanto, há berços maiores, então, é preciso prestar atenção na hora de comprar a roupa de cama.

Há pais que usam miniberços ao lado da cama para os primeiros meses de vida do recém-nascido. O móvel costuma ter como dimensões 96 cm de altura x 45 cm de largura x 90 cm de profundidade. É importante conferir bem as medidas da mobília e dos lençóis antes de concluir a compra. 

Também é importante considerar a altura do colchão para saber se o lençol vai conseguir cobrir toda a peça. Às vezes, o lençol de elástico acaba ficando muito justo e deixando uma parte do colchão aparecendo na lateral.

Ainda é fundamental lembrar que alguns colchões já vêm com capa plástica para proteger a parte superior, enquanto outros demandam o uso de um protetor, que deve ser adquirido separadamente.

Personalidade do dono

No caso dos bebês, os pais podem comprar poucas peças, seguindo uma temática definida para o quarto, como floresta, flores, personagens, etc. Quando as crianças já são um pouco maiores, é preciso considerar o gosto delas na hora de comprar as roupas de cama que vão compor o dormitório.

Contar com a opinião e a presença do pequeno na hora da aquisição pode ser uma forma divertida de interação e demonstração de carinho com o filhote. Se a criança estiver passando pela transição do berço para a cama, envolvê-la na decisão de compra é ainda mais significativo e pode ajudar neste momento delicado.

Ao fazer parte da transação, além de escolher o que mais gosta, a criança sente que é importante e está realmente incorporada a um momento especial de sua vida. Os pais podem mostrar pesquisas de estampas e cores em alguns sites, explicando a importância da peça e da participação da criança na escolha, observando-a com atenção.

A partir de 1 ano, a criança também pode começar a usar travesseiro, então, os jogos de cama com fronha, lençol e cobre-leito passam a ser bastante práticos.

Quer saber as notícias do Jornal Montes Claros em primeira mão? Siga-nos no Facebook @jornamoc, Twitter @jornalmoc e Instagram @jornalmoc.