Últimas Notícias

Por que você precisa cuidar da sua saúde mental

Debate sobre o tema tem ganhado força nos últimos anos; entenda os reflexos da saúde mental em outros aspectos da vida

Não há quem duvide da importância de cuidar da saúde. Dormir bem, praticar exercícios físicos, conviver com pessoas queridas, alimentar-se bem, cultivar hobbies… Todas essas atividades são fundamentais para ter um corpo saudável e bem disposto, independentemente da idade ou de qualquer outra característica pessoal.

No entanto, nem só de cuidado físico é feita a saúde. Quando o assunto é qualidade de vida, cada vez mais tem sido apontada a importância da saúde mental. O termo, relativo ao bem-estar psicológico e emocional de uma pessoa, levanta debates a respeito da importância de cuidar não só do corpo, mas também da mente.

Em linhas gerais, ela trata de três formas distintas de bem-estar: comportamental, emocional e cognitivo, além de também ser usada para designar um indivíduo que não tem doenças ou transtornos mentais. Portanto, quando falamos de cuidar da saúde mental, a ideia é se atentar a aspectos da vida e da saúde física que podem abalar essas três esferas da vida.

O tema é tão importante que se tornou tema de uma das campanhas públicas mais fortes do Brasil, o Setembro Amarelo, que conscientiza sobre os cuidados com a saúde mental e trabalha na prevenção do suicídio. A campanha, consolidada tanto na esfera pública quanto na privada, foi criada em 2015, e todos os anos traz informações fundamentais sobre saúde mental.

Se você ainda não está convencido da necessidade de cuidar da saúde mental, veja abaixo algumas das esferas da vida que podem ser afetadas por uma condição psicológica que não está saudável.

Saúde física

Um dos principais benefícios de cuidar da saúde mental é justamente o reflexo na saúde física. O famoso ditado “mente sã, corpo são” não existe à toa. Ao cuidar de suas condições psicológicas, um indivíduo pode evitar uma série de doenças e consequências físicas, muitas graves.

O estresse, por exemplo, é uma condição psicológica ligada a situações de perigo ou preocupação. Sua ocorrência frequente, em um indivíduo que fica constantemente estressado, pode resultar em doenças crônicas ou agudas.

Uma situação ou um contexto estressante resulta na liberação de substâncias no corpo, que são responsáveis por ajudar o corpo a lidar com aquela situação. O cortisol e a adrenalina, por exemplo, que aparecem em situações de estresse, aceleram os batimentos cardíacos, diminuem o calibre dos vasos sanguíneos, reduzem o funcionamento de leucócitos e fazem o corpo armazenar gorduras.

A longo prazo, o estresse, causado por uma saúde mental negligenciada, pode resultar em problemas como hipertensão, problemas cardíacos e baixa imunidade. Esse é um exemplo de como a saúde mental pode afetar a saúde física.

Outras consequências de uma saúde mental debilitada também podem ocorrer no corpo. Ansiedade e depressão podem afetar a qualidade e a quantidade do sono, bem como hábitos alimentares e imunidade.

Vida pessoal

Nossas condições psicológicas também impactam diretamente a vida pessoal. Quando o bem-estar psicológico vai bem, temos mais facilidade e alegria para lidarmos com familiares e amigos, tendo disposição e prazer em cultivar as relações pessoais.

Isso porque, embora seja prazeroso e agradável manter contato com pessoas especiais, muitas vezes essas relações exigem compreensão, paciência, jogo de cintura e autoconhecimento. Para que possamos oferecer isso às pessoas que amamos, é fundamental estarmos bem emocionalmente.

Vida profissional

Por fim, outra razão importante para cuidar da saúde mental é a vida profissional. Quando a saúde mental está prejudicada por algum motivo, é comum que o rendimento profissional ou nos estudos caia bastante.

As emoções negativas e alguns comportamentos autodepreciativos podem afetar a autoestima e a capacidade de fazer atividades que antes eram simples e agradáveis. Transtornos mentais e situações de crise também podem afetar o trabalho, tanto a curto quanto a longo prazo, o que pode ainda ser um fator para piorar a saúde mental devido ao medo de perder o emprego e a renda.

Está mais que claro que cuidar da saúde mental é tão importante quanto cuidar de outras áreas da vida, não é? Para isso, é importante buscar o autoconhecimento por meio de leituras e terapia psicológica, manter relações saudáveis e ter bons hábitos.